Correio do Povo | Notícias | Obras de mobilidade e acessibilidade em Cachoeirinha terão nova licitação

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

  • 30/07/2018
  • 09:47
  • Atualização: 09:58

Obras de mobilidade e acessibilidade em Cachoeirinha terão nova licitação

Os trabalhos de qualificação de vias urbanas começaram em 2014 e estão 60% concluídos

Os trabalhos começaram em 2014 | Foto: Fernanda Bassôa / Especial / CP

Os trabalhos começaram em 2014 | Foto: Fernanda Bassôa / Especial / CP

  • Comentários
  • Fernanda Bassôa

Um novo processo de licitação será aberto pela Prefeitura de Cachoeirinha para dar seguimento às obras do Programa de Qualificação de Vias Urbanas, que começaram em 2014. O projeto prevê a construção de 21 quilômetros de calçadas, 18 quilômetros de ciclovias e 14 quilômetros de pavimentações em 12 vias do município, especialmente do Distrito Industrial.

O levantamento orçamentário já foi concluído e protocolado na Caixa Econômica Federal para análise e liberação da licitação. “Nosso desejo é que a nova empresa seja conhecida até o final de agosto”,  informou o secretário de Planejamento e Captação de Recursos, Elvis Valcarenghi. Em quatro anos, de acordo com Valcarenghi, 60% das obras foram concluídas. No entanto, pelo contrato, já deveriam estar prontas. “Nossa expectativa é que sejam totalmente finalizadas em 2019”, afirmou o secretário. 

Os trabalhos estão parados desde o início do ano e a antiga empresa já foi notificada de que o contrato não será renovado. “Já prorrogamos o prazo de conclusão com a mesma empresa por três vezes. A execução dos serviços deveria ter sido feita em 18 meses, o que não aconteceu. Precisamos trabalhar com o crédito que ainda temos na Caixa, otimizando valores. Não há como a prefeitura arcar com aditivos.” Segundo o secretário, a obra propõe melhora na mobilidade no trânsito e acessibilidade a pedestres e ciclistas. O financiamento com a Caixa é de R$ 49 milhões, sendo que R$ 30 milhões já foram executados e pagos à empresa. O valor original do contrato é de R$ 52 milhões, sendo R$ 3 milhões de contrapartida do município.

O projeto

O Programa de Qualificação de Vias Urbanas contempla 12 vias. São elas: Avenida das Indústrias, avenida Caí, rua Fritz Beiser, Clemente Cífali, Rio Branco, Iguaçu, Princesa Isabel e avenida Ari Rosa dos Santos. As intervenções na avenida Frederico Ritter, compreende etapas entre a Flores da Cunha até a Avenida das Indústrias e, em um segundo trecho, da Avenida das Indústrias até a ERS 118. A avenida Fernando Ferrari também integra o programa. As intervenções acontecem entre a avenida Frederico Ritter e a rua Fritz Beiser e entre Flores da Cunha e Frederico Ritter. Neste local, foi necessária a retirada das torres de alta-tensão e colocação de postes, permitindo o alargamento da via nos gargalos das torres. Também foi preciso a remoção de 13 famílias que foram realocadas nos bairros da Paz e Jardim do Bosque, para a construção de passeios públicos, recapeamento e pavimentação do trecho.