Correio do Povo | Notícias | BM lança ofensiva contra crimes praticados pelo tráfico de drogas em Caxias do Sul

Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Novembro de 2018

  • 03/08/2018
  • 17:27
  • Atualização: 18:24

BM lança ofensiva contra crimes praticados pelo tráfico de drogas em Caxias do Sul

Ação ocorre após ataques que terminaram com seis mortes na noite dessa quinta-feira

Ação ocorre após ataques que terminaram com seis mortes na noite dessa quinta-feira | Foto: Mauro Teixeira / Grupo RSCOM / Divulgação / CP

Ação ocorre após ataques que terminaram com seis mortes na noite dessa quinta-feira | Foto: Mauro Teixeira / Grupo RSCOM / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Celso Antônio Sgorla

Depois de registrar três ataques com seis mortes na noite dessa quinta-feira em Caxias do Sul, a Brigada Militar (BM) lançou na tarde desta sexta-feira uma operação de combate a homicídios relacionados ao tráfico de drogas.

O comandante do 12º Batalhão de Policia Militar, Coronel Jorge Emerson Ribas, informou que um Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar de Porto Alegre está na cidade para reforçar o policiamento. O contigente fica em Caxias por tempo indeterminado. 

Ele disse que já foi feito um mapeamento das áreas que receberão o reforço no policiamento: bairro Planalto, 1º de maio, Reolon e os bairros da Zona Norte, Santa Fé, Vila Ipê e Belo Horizonte.

O comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO) Serra, coronel Ricardo Cardoso, disse que o trabalho de patrulhamento atuará em barreiras e revistas, com intuito de prender pessoas flagradas em atividades criminosas, apreender armas e drogas.

Ele informou que pelos dados da Brigada Militar cerca de 62% dos crimes com mortes ocorridos na cidade em 2018 estão relacionados de alguma forma ao tráfico de drogas. O coronel frisou também que algumas destas mortes estão sendo encomendadas de dentro do presídio regional do Apanhador.

Os crimes ocorridos na noite de quinta-feira estão sendo investigados pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Em 2018 já são 80 pessoas assassinadas em Caxias, sendo que 21 homicídios ocorreram em julho.

Os crimes da quinta-feira à noite

Quatro pessoas foram mortas em frente a uma residência no Beco da Esperança - conhecido ponto de tráfico na região. As vítimas, Tatiane Vidal da Silva, 19 anos, José Wiliam Oliveira Machado, 22, Cássia dos Santos Valadão, 21, e Emerson Dias da Luz Ferreira, 38. Antes da chacina, Maicon Bordin, 38 anos, foi morto a tiros no bairro Panazzolo.

Ele estava participando de um churrasco, quando dois homens chegaram em uma moto e um deles disparou contra a vítima que morreu no local. Já no bairro Castelo, Luís Eduardo Bigelmeyer dos Santos, 34 anos, foi assassinado enquanto trabalhava em um bar.