Correio do Povo | Notícias | Aumentam os furtos de hidrômetros em Caxias do Sul

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 23 de Setembro de 2018

  • 07/08/2018
  • 11:01
  • Atualização: 11:20

Aumentam os furtos de hidrômetros em Caxias do Sul

No primeiro semestre de 2018 foram 144 casos, mesmo número contabilizado em 2017

Os casos devem ser informados ao Semae | Foto: Ana do Amaral / Divulgação / CP

Os casos devem ser informados ao Semae | Foto: Ana do Amaral / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Celso Sgorla

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Caxias do Sul está enfrentando um aumento significativo de furto de hidrômetros. Somente no primeiro semestre de 2018, foram registrados 144 casos, mesmo número contabilizado durante todo o ano de 2017. Segundo levantamento da Divisão Comercial da autarquia, o registro vem aumentando a cada mês.

Janeiro apontou 14 ocorrências, número mantido até abril. Em maio, foram registrados 36 furtos, em junho, 55, e em julho, 52. A maior incidência foi encontrada nos bairros Jardim América, Centro, Sagrada Família, Pio X e Rio Branco. Uma das justificativas apontadas é o interesse dos ladrões pelo bronze contido no aparelho. “Cabe ressaltar que só existe o furto porque ainda existe quem faça a receptação do produto”, salienta o gerente de negócios do Samae, Luís Fernando Boeira.

Em caso de furto, a população deve informar a autarquia imediatamente pelo plantão 24h pelo número 115. Se o usuário não avisar o Samae, pode ser multado em até R$ 546. O valor para recolocação varia entre R$ 128,05 e R$ 238,32. O Samae recomenda aos usuários que providenciem a adequação do local do hidrômetro, de maneira que o equipamento fique protegido de vândalos.