Correio do Povo | Notícias | Campanha em Santa Cruz do Sul alerta sobre golpes mais comuns de estelionatários

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 16/08/2018
  • 08:36
  • Atualização: 10:48

Campanha em Santa Cruz do Sul alerta sobre golpes mais comuns de estelionatários

Material informativo está sendo distribuído em pontos estratégicos do município

Em 2018, já foram 120 boletins de ocorrências por estelionato na cidade | Foto: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

Em 2018, já foram 120 boletins de ocorrências por estelionato na cidade | Foto: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

  • Comentários
  • Otto Tesche

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) e a Prefeitura de Santa Cruz do Sul lançaram uma campanha para conscientizar a comunidade sobre a ação de estelionatários. Material produzido pela Secretaria Municipal de Comunicação começou a ser distribuído nos últimos dias em pontos estratégicos da comunidade para ilustrar os golpes mais comuns aplicados por estelionatários, como conto do bilhete, falso sequestro, ligação premiada e golpe do primo.

O secretário de Segurança, Defesa Civil e Esporte, Henrique Hermany, informou que a ação ilustra apenas algumas situações, mas a criatividade dos criminosos não tem limites. “Diariamente nos deparamos com histórias inusitadas e novos golpes. Nossa principal mensagem é que nem sempre as pessoas estão bem-intencionadas, por isso é preciso tomar cuidado”, ressalta.

Dados da Polícia Civil apontam que em 2018 já foram registrados 120 boletins de ocorrências de estelionato em Santa Cruz do Sul. O recorde de registros aconteceu no mês de abril, com 21 casos. A média, conforme Hermany, é de praticamente um crime dessa natureza por dia útil no município. “São números alarmantes, por isso a ideia é tornar a campanha permanente”, afirma.

No início desta semana, o conto do bilhete premiado fez mais uma vítima na cidade. Uma mulher de 70 anos perdeu R$ 10 mil ao ser persuadida por um casal de criminosos, que prometeu dividir um prêmio de R$ 1 milhão caso a vítima desse uma garantia em dinheiro. A campanha alerta sobre a necessidade de atenção às propostas milagrosas feitas por desconhecidos. Ao sofrer um golpe ou uma tentativa de golpe, é preciso comunicar a polícia imediatamente (190, da Brigada Militar).