Correio do Povo | Notícias | Parte externa de escola em Caxias do Sul é isolada

Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 17/08/2018
  • 10:34
  • Atualização: 10:38

Parte externa de escola em Caxias do Sul é isolada

Secretaria de Educação interditou a área para garantir a segurança das 131 crianças

O objetivo é garantir a segurança das 131 crianças  | Foto: Daniel Corrêa / Divulgação / CP

O objetivo é garantir a segurança das 131 crianças | Foto: Daniel Corrêa / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Celso Sgorla

Após denúncia na Câmara de Vereadores em fevereiro deste ano, a Secretaria de Educação de Caxias do Sul interditou nesta semana parte da área externa, livre e descoberta da Escola de Educação Infantil Aurora Milesi Rizzi, no bairro Forqueta. O isolamento é para garantir a segurança das 131 crianças de zero a cinco anos atendidas. As aulas seguem normalmente. O vereador Rafael Bueno disse que em visita ao local constatou problemas como a queda de azulejos na recepção, refeitório e salas de aula. Segundo ele, a fiação elétrica está comprometida, o bebedouro não funciona e o parquinho tem brinquedos mal conservados.

Equipe da secretaria fará orçamento, que prevê a remoção total do revestimento cerâmico externo do prédio, retirada dos azulejos da ala administrativa e dos banheiros. “Temos urgência na finalização desses orçamentos e na execução da reforma para que as crianças possam usar com mais qualidade os espaços escolares”, disse a secretária Marina Matiello.

O prédio foi entregue em 2013 e, no ano seguinte, problemas decorrentes de vícios construtivos começaram a aparecer. Como a obra estava dentro da garantia de cinco anos, a prefeitura acionou a construtora, que não assumiu as correções, segundo o Executivo. O projeto de reforma está em fase final para abertura de licitação. O município diz que cobrará judicialmente da empresa o valor dos serviços.