Correio do Povo | Notícias | Moradores pedem mais segurança no Parcão de Novo Hamburgo

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Setembro de 2018

  • 22/08/2018
  • 12:40
  • Atualização: 12:53

Moradores pedem mais segurança no Parcão de Novo Hamburgo

Estudantes criaram um abaixo-assinado para solicitar patrulhamento no parque

O local será cercado nos próximos meses | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

O local será cercado nos próximos meses | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

  • Comentários
  • Stephany Sander

Assustados com o aumento de crimes em uma área voltada para o lazer, o Parcão, moradores de Novo Hamburgo estão organizando um abaixo-assinado. Os estudantes Pedro Henrique Kopper e Victória De Castro estão angariando assinaturas para solicitar mais segurança na região do parque. "Eu moro próximo ao Parcão e nós frequentemente fazemos trilha aqui, tanto a pé quanto de bicicleta, mas o sentimento ruim de insegurança vem aumentando, junto com os relatos de tentativas de assaltos e estupro que ocorrem nas trilhas", explica Pedro.

Os estudantes ainda solicitam a retirada dos tapumes na saída do parque para a rua Barão de Santo Ângelo, além da construção de cabines para que a Guarda Municipal possa realizar patrulhamento diário no local e ao longo da trilha principal, a fim de coibir a ação de criminosos. "O mais interessante é reparar que a maioria das pessoas que assinou nunca fez a trilha do Parcão por medo", complementa Victória, salientando que a meta dos é obter ao menos 500 assinaturas. Tentando facilitar o acesso ao documento, foi criado um abaixo-assinado online

A Prefeitura de Novo Hamburgo informa que o cercamento do Parque Henrique Luiz Roessler está previsto no plano de manejo da área e será efetivado por meio do projeto de mobilidade urbana, que conta com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O edital de licitação para empresa que executará este serviço foi lançado na sexta-feira. A empresa vencedora será conhecida em 18 de setembro e a obra deve ocorrer em seis meses, a contar da ordem de serviço. Já a Secretaria de Segurança destaca que existem guardas municipais permanentemente no local e que nos dias de maior movimento, como finais de semanas e feriados, há acréscimo no efetivo.

Sobre os tapumes, a Secretaria do Meio Ambiente informou que irá retirá-los. Para o secretário municipal do Meio Ambiente, Udo Sarlet, o cercamento da área, além de promover maior segurança para os usuários, será importante na preservação da fauna e da flora local. Fundado em fevereiro de 1990, o Parcão tem área de 54,1 hectares de vegetação nativa e passou por revitalização no ano passado, dentro do projeto do BID.