Correio do Povo | Notícias | Centenas de pessoas aproveitam o domingo para visitar o Castelo Simões Lopes

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 26/08/2018
  • 17:43
  • Atualização: 18:14

Centenas de pessoas aproveitam o domingo para visitar o Castelo Simões Lopes

Na ocasião, houve o lançamento oficial da primeira etapa das obras de restauro do local

O domingo teve visitação no castelo | Foto: Angélica Silveira / Especial / CP

O domingo teve visitação no castelo | Foto: Angélica Silveira / Especial / CP

  • Comentários
  • Angélica Silveira

O domingo de sol levou centenas de pessoas ao Castelo Simões Lopes, em Pelotas, que teve suas obras lançadas oficialmente. Entre as atividades programadas estavam o poço dos desejos, no qual as pessoas podiam escrever o que queriam para o prédio histórico, apresentações musicais, mateada, feira de mudas, artesanato, brick, oficina de pipa, mapa do bairro, exposições e visitas guiadas.

Entre os visitantes estava a nutricionista, Mirian Iost, de 48 anos. “Há aproximadamente 30 anos aproveitei um réveillon aqui e naquela época ele estava bem conservado, ao contrário de hoje”, disse a pelotense que tem o prédio na sua memória afetiva de juventude. “Ele é maravilhoso por dentro, mas agora está acabado, então chama atenção das pessoas”, observa. Após a solenidade, as portas do castelo foram abertas para que as pessoas pudessem espiar o local.

“A ideia é simbolizar neste domingo o início das obras de restauro de forma simbólica. O dia ajudou e a receptividade da população é excelente e queremos que a comunidade nos auxilie até mesmo a proteger o prédio”, relata o presidente do Instituto Eckart, Paulo Ricardo Ferreira responsável pela reforma e que irá administrar o local ao menos até 2032. Ele afirma que percebe a ansiedade e preocupação das pessoas vendo o prédio sem ser restaurado.  

A professora aposentada Cassilda Cruz visitou o local com o marido. “Soubemos do restauro e viemos visitar. É um local antigo e bonito”, comenta. A primeira etapa da obra de restauro está orçada em aproximadamente R$ 890 mil e deve ficar pronta em até seis meses. A obra envolve, entre outros itens, a rede elétrica, o cercamento, a garagem, e os jardins. A obra toda envolve até sete etapas e tem um custo total de aproximadamente R$ 7 milhões.