Correio do Povo | Notícias | Retidos R$ 900 mil para abatimento de dívida da Prefeitura de Cachoeirinha

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 31/08/2018
  • 08:52
  • Atualização: 09:15

Retidos R$ 900 mil para abatimento de dívida da Prefeitura de Cachoeirinha

Verba do FPM paga parte de dívida patronal com Instituto de Previdência dos Servidores

  • Comentários
  • Fernanda Bassôa

Pouco mais de R$ 900 mil foram retidos nesta quinta-feira do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) – verba encaminhada mensalmente à Prefeitura de Cachoeirinha – para abatimento da dívida patronal de R$ 150 milhões que a administração tem com o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (IPREC). O Sindicato dos Municipários (Simca) diz que o montante que deixou de ser repassado ao Fundo de Previdência é de R$ 26 milhões e que isso ocorreu pela falta de notificação dos gestores ao banco quanto à retenção.

A tesoureira do sindicato, Mariana Mallmann, afirma que a retenção do FPM só passou a ser realizada a partir de 20 de julho, depois do apontamento dos conselheiros e de pressão do sindicato. Ela defende a necessidade de alteração na legislação do IPREC, garantindo que a gestão da autarquia seja feita por servidores eleitos e não indicados pelo Executivo. “A previdência é dos trabalhadores. Não é do governo e muito menos dos bancos”, destaca.

O presidente do Instituto de Previdência, Sérgio Duarte, garante que todos os meses ofícios são encaminhados ao banco solicitando a retenção dos valores. “Só no mês de agosto houve a retenção de um pouco mais de R$ 2,1 milhões para abater a dívida patronal.” Com relação à última reunião dos gestores com o Conselho Administrativo, cuja continuidade do debate acontece na próxima terça-feira, ele informou que os encontros são longos e demorados em virtude dos tópicos que estão sendo discutidos. “Pautas polêmicas devem ser bem discutidas. É evidente que estamos abertos a negociações e conversações sobre temas que abordam a previdência dos servidores”, ressalta.