Correio do Povo | Notícias | Santa Casa de Uruguaiana negocia solução para o atraso no salário dos médicos

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 03/09/2018
  • 12:43
  • Atualização: 15:40

Santa Casa de Uruguaiana negocia solução para o atraso no salário dos médicos

Em caminhada marcada para o fim da tarde, população pedirá mais apoio à prefeitura

  • Comentários
  • Fred Marcovici

Em reunião no final de semana, o prefeito de Uruguaiana, Ronnie Mello, propôs aos médicos da Santa Casa repassar R$ 2 milhões para amortizar os pagamentos pendentes da instituições com a categoria. Serão quatro parcelas de R$ 500 mil sob a condição de que os profissionais deem uma trégua de 60 dias. O grupo ameaça parar as atividades e rescindir contratos. O tempo serviria para a liberação do empréstimo de R$ 7 milhões, em andamento junto à Caixa Econômica Federal. A resposta dos médicos deve ser conhecida hoje.

População e funcionários do hospital promovem uma caminhada nesta segunda-feira, às 18h, partindo do Parque Dom Pedro II, em direção ao Palácio Barão do Rio Branco, sede do Executivo, para apelar por mais apoio e estrutura para a única casa de saúde do município. Segundo o administrador da instituição, Fernando Siqueira, há um projeto de reestruturação montado que necessita de um ano para ser implantado. Enquanto isso, as urgências têm sido prioritárias em detrimento das eletivas. Siqueira admitiu a falta de profissionais em alguns setores.

A direção da Santa Casa de Uruguaiana emitiu nota nesta manhã informando entender que "toda e qualquer mobilização, que seja coerente e sem fundo político-partidário, vem somar com os esforços da direção da casa de saúde em mantê-la ativa. Nesse sentido, apoiamos a mobilização popular prevista para essa segunda-feira."