Correio do Povo | Notícias | Chuvarada deixa autoridades em alerta na Região Metropolitana

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

  • 03/09/2018
  • 13:06
  • Atualização: 21:20

Chuvarada deixa autoridades em alerta na Região Metropolitana

Com registro de desmoronamentos, a Defesa Civil de Novo Hamburgo interditou 18 moradias

Nível do rio Caí está acima do normal | Foto: Pedro Griebler / Divulgação / CP

Nível do rio Caí está acima do normal | Foto: Pedro Griebler / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Fernanda Bassôa

As prefeituras e Defesa Civil da Região Metropolitana, Vale do Sinos e do Paranhana continuam em alerta e monitorando os níveis dos rios e arroios em razão da chuvarada do fim de semana. Entre as cidades mais afetadas está Novo Hamburgo, que registrou desmoronamento de terras no bairro Boa Saúde. A Defesa Civil interditou 18 casas no município. “No bairro Boa Saúde, cinco casas foram interditadas na Rua das Quaresmeiras e dez casas na Rua das Araucárias”, explica o coordenador da Defesa Civil Municipal, Tenente Claudiomiro da Fonseca. No local, nove famílias estão sendo realojadas e acompanhadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social. No mesmo bairro, a Defesa Civil emitiu parecer de risco iminente para outras 15 casas na Rua das Quaresmeiras. Já no bairro Rondônia, na rua Cerillo Cidade Martins, três casas foram interditadas depois da queda de um muro.

Em São Sebastião do Caí, o rio Caí chegou à marca dos 10,7 metros e, segundo o coordenador da Defesa Civil do Município, Pedro Griebler, o nível está 70 cm acima do normal. “Ele saiu do leito e segue subindo. No entanto, ainda não são necessárias remoções.” Em Cachoeirinha, o arroio Sapucaia saiu do leito e transbordou atingindo as moradias do bairro Meu Rincão. Segundo o coordenador da Defesa Civil do Município, Diego Rebelatto, o local mais atingido foi a Estrada do Nazário, que domingo ficou submersa e com intensa correnteza. “Em 48 horas choveu 48,5 mm. Cerca de dez residências foram atingidas”, informou.

Em Canoas, desde a última quinta-feira, choveu o acumulado de 127 mm. O nível do Sinos está em 2,29 m e, segundo o coordenador Rodolfo Pacheco, este número deverá aumentar até quarta-feira e pode atingir casas no Paquetá e na Rua da Barca. Sapucaia do Sul registrou o acumulado de 94mm de chuva em 48 horas e o nível do Rio dos Sinos está na marca dos 4,39 m. Entretanto, de acordo com a prefeitura, o alerta é a partir dos 5 m.