Correio do Povo | Notícias | Itaú confirma saída de Roberto Setubal da presidência e nomeia Candido Bracher

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Setembro de 2018

  • 09/11/2016
  • 17:22
  • Atualização: 17:26

Itaú confirma saída de Roberto Setubal da presidência e nomeia Candido Bracher

Ex-diretor presidente atingiu a idade limite de 62 anos

Candido Bracher foi nomeado para ocupar cargo de diretor presidente da instituição | Foto: BBA / Divulgação / CP

Candido Bracher foi nomeado para ocupar cargo de diretor presidente da instituição | Foto: BBA / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AE

O Itaú Unibanco confirmou nesta quarta-feira em comunicado ao mercado, a nomeação de Candido Bracher, que atualmente comanda a diretoria de atacado do banco, como presidente da instituição, sucedendo a Roberto Setubal. Após mais de 22 anos liderando a organização, o executivo atingiu a idade limite de 62 anos para o exercício do cargo de diretor presidente.

A partir da próxima Assembleia Geral de Acionistas, que ocorre em abril de 2017, Setubal deixará a Presidência Executiva do Itaú e passará a atuar, em conjunto com Pedro Moreira Salles, como co-presidente do Conselho de Administração da Companhia. Com mais de 36 anos de experiência no mercado financeiro, Candido esteve ligado, nos últimos 28 anos, ao Itaú BBA.

"Desempenhar esta função, contando com o apoio e experiência do Pedro e do Roberto e podendo contar com os excelentes nomes que comporão o Comitê Executivo, é a atividade profissional mais estimulante que posso imaginar", afirma Candido Bracher, que tem 58 anos. Para o lugar de Bracher na diretoria geral de atacado, o Itaú confirmou Eduardo Vassimon, atualmente vice-presidente da instituição.

"Essas mudanças que anunciamos hoje seguem um roteiro previsto e anunciado em 2013. Também refletem a confiança do Conselho de Administração na cultura gerencial e governança implantadas no banco, com o objetivo de institucionalizar a qualidade de gestão, sempre buscando a criação de valor de forma sustentável para nossos acionistas, colaboradores e clientes, contribuindo para a transformação e desenvolvimento do Brasil", afirma Setubal, em comunicado.

Marco Bonomi, que também alcançou a idade limite para o exercício do cargo de diretor, passará de diretor geral de Varejo a membro do Conselho de Administração do Itaú. Em seu lugar, ficará Marcio Schettini. O Itaú confirmou ainda o retorno de Caio David ao Comitê Executivo do Itaú Unibanco como vice-presidente, respondendo pelas áreas de Riscos e Finanças, passando a responder como CFO e CRO da companhia. André Sapoznik, que atualmente ocupa o cargo de diretor, também foi confirmado na área de TI e Operações da instituição como vice-presidente. Claudia Politanski permanece como vice-presidente das áreas de Pessoas, Jurídico e Ouvidoria, Comunicação Corporativa e Relações Institucionais e Governamentais.

"Com esse movimento, o Itaú renova seu compromisso com a meritocracia e a boa governança. Não são muitas as empresas que podem dar um passo desses, que reflete a profundidade do nosso banco de talentos e nossa convicção no valor da renovação. Desejo muito sucesso ao Candido e à sua futura equipe do Comitê Executivo, ao mesmo tempo em que recebo com muita alegria a missão de conduzir o Conselho de Administração ao lado do meu querido amigo Roberto", finaliza Pedro Moreira Salles.


TAGS » Bancos, Economia, Itaú