Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 24 de Abril de 2018

  • 02/01/2018
  • 16:20
  • Atualização: 16:32

Fraport promete melhorias na sinalização e WiFi do Salgado Filho para o 1º trimestre

Implantação dos serviços vai ser avaliada e realizada conforme as necessidades de reforma do terminal

Fraport assumiu administração do Aeroporto Salgado Filho neste terça | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

Fraport assumiu administração do Aeroporto Salgado Filho neste terça | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Após assumir a administração do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, nesta terça-feira, a Fraport promete o aperfeiçoamento em alguns serviços ainda para o primeiro trimestre do ano. A previsão é de melhorias no ar condicionado, iluminação, sinalização e WiFi.

Pelos termos de concessão, a empresa também é obrigada a desenvolver outros itens de infraestrutura nos aeroportos por meio do Programa de Investimentos Obrigatórios, que incluem a expansão dos terminais, extensão das pistas existentes, remodelação das áreas de táxis e de tráfego, e reformulação do sistema rodoviário do aeroporto. Além disso, serão implementados novos sistemas automáticos de gerenciamento de bagagens, de controle de segurança e novas pontes de embarque de aeronaves.

De acordo com a Fraport, a implantação dos serviços vai ser avaliada e realizada conforme as necessidades de reforma do terminal. Esse processo, no entanto, deve levar mais de um ano para ser concluído. Já a expansão do prédio do Terminal e Airside para 36 mil metros quadrados deve durar 26 meses, com finalização em outubro de 2019.

A pista vai precisar ser ampliada em 920 metros, o que deve ser concluído em até 52 meses, em 2021. A Fraport destacou que o processo de desapropriação das famílias que vivem nos arredores do aeroporto Salgado Filho está sendo conduzido pelo Governo do Estado. Nas áreas já desocupadas, a empresa alemã foi responsável pela mudança das famílias para o local de escolha delas, além do pagamento de aluguel social.

“Todos os proprietários receberam as devidas medidas compensatórias e a Fraport Brasil – Porto Alegre forneceu apoio na mudança de todos os moradores”, apontou a nova administradora, por meio de nota. Para que seja possível a expansão da pista de pouso e decolagem, também é necessária a desocupação da Vila Nazaré. No entanto, não há um cronograma definido para a ação.

O grupo pretende investir R$ 600 milhões no terminal até 2021. A Fraport administra 30 aeroportos em todo o mundo. No Brasil, além de Porto Alegre, ela também venceu a concessão em Fortaleza. A outorga pelo aeroporto gaúcho rendeu à Infraero R$ 382 milhões, com concessão por 25 anos, prorrogáveis por mais cinco. A administração compartilhada do terminal começou no fim de agosto. Agora, ocorre a fase de operação pela Fraport sob supervisão Infraero, com duração de três meses. A empresa alemã estima um crescimento anual de 5% na movimentação de passageiros em cada localidade.