Correio do Povo | Notícias | Ações de siderúrgicas sobem e Bovespa fecha em alta

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 23 de Junho de 2018

  • 09/03/2018
  • 19:22
  • Atualização: 21:53

Ações de siderúrgicas sobem e Bovespa fecha em alta

Apesar do cenário pessimista, Vale foi valorizada em 1,54%

Siderúrgicas brasileiras tiveram valorização mesmo com novas tarifas | Foto: Jim Watson / AFP / CP

Siderúrgicas brasileiras tiveram valorização mesmo com novas tarifas | Foto: Jim Watson / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A Bolsa de São Paulo fechou em alta nesta sexta-feira, e as ações das siderúrgicas também subiram, mesmo após a imposição de tarifas aduaneiras elevadas às importações de aço e alumínio pelos Estados Unidos na véspera. O índice Ibovespa fechou em alta de 1,54%, a 86.371 pontos, contra 84.976 da véspera. Entre as siderúrgicas, apesar do cenário pessimista com a adoção de tarifas elevadas pelo presidente americano, Donald Trump, as ações da Vale tiveram alta de 1,54% em relação à quinta-feira.

Os papéis da CSN avançaram 3,96%, Usiminas, 1,36%, e Gerdau, 0,62%. Na quinta-feira, as ações do setor siderúrgico tinham fechado em baixa. A Vale caiu 3,24%, a CSN perdeu 5,08%, Gerdau recuou 4,18% e a Usiminas teve queda de 2,13%. Para André Perfeito, da Gradual Investimentos, o mercado avaliou que Trump talvez não consiga impor as tarifas conforme anunciou. "Tudo o que o Trump fala, a gente tem que verificar se é para valer ou não, já que ele tem um jeito bastante complicado".

"O Brasil vai tentar contrapor isso também, com medidas que Brasília está estudando, se não para retaliar, mas para evitar que tenha um prejuízo tão grande", avaliou. Perfeito ainda acredita que a baixa inflação de fevereiro divulgada nesta sexta "sugere que os juros podem continuar caindo", estimulando os investidores da Bovespa.