Correio do Povo | Notícias | Temer: EUA diz que não cobrará tarifa sobre aço até fim de negociações

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 23 de Setembro de 2018

  • 21/03/2018
  • 15:33
  • Atualização: 15:35

Temer: EUA diz que não cobrará tarifa sobre aço até fim de negociações

Meirelles argumenta que sobretaxa "não faz sentido" no caso brasileiro

Presidente brasileiro avalia anúncio americano como

Presidente brasileiro avalia anúncio americano como "boa notícia" | Foto: Marcos Corrêa / PR / CP

  • Comentários
  • AE

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira, em discurso de abertura da 47ª Reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que recebeu a informação do governo norte-americano de que a sobretaxa de 25% sobre produtos siderúrgicos não será aplicada enquanto as conversações não forem concluídas.

"Soube agora de uma declaração da Casa Branca de que o Brasil é um dos países que começarão as negociações, que visam a eventuais exceções das tarifas de importação do aço e alumínio", disse Temer. Segundo o presidente, a mensagem do governo de Donald Trump é que as taxas não serão aplicadas enquanto as conversações não forem concluídas. "Portanto, uma boa noticia", declarou o presidente.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também destacou a decisão e afirmou que ficava feliz com a notícia. Segundo Meirelles, na terça-feira, ele teve um "diálogo serio, profundo, direto e cordial" com os secretários norte-americanos e expôs as razões que justificariam liberar o Brasil da taxação.

"Uma sobretaxa no aço brasileiro vai em certas circunstâncias prejudicar o preço do aço americano, a indústria americana e o consumidor americano", disse Meirelles, explicando que a indústria dos EUA utiliza aço produzido no Brasil. Meirelles disse que apontou com dados aos americanos que "não faz sentido" a taxação no caso brasileiro. "Não há nenhum indício de prática anticompetitiva (por parte do Brasil)", afirmou.