Correio do Povo | Notícias | INSS deixa de agendar atendimento presencial para salário-maternidade e aposentadoria por idade urbana

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 21/05/2018
  • 13:59
  • Atualização: 14:00

INSS deixa de agendar atendimento presencial para salário-maternidade e aposentadoria por idade urbana

Segurado deverá acessar o Meu INSS, pela página da instituição, ou ligar para o telefone 135

 A partir de agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o telefone 135 | Foto: Mauro Schaeffer / CP Memória

A partir de agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o telefone 135 | Foto: Mauro Schaeffer / CP Memória

  • Comentários
  • Cláudio Isaías

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixará de agendar o atendimento presencial para o salário-maternidade e aposentadoria por idade urbana. A medida entrou em vigor nesta segunda-feira em todo o país. A partir de agora, o segurado deverá acessar o Meu INSS ou ligar para o telefone 135.

O gerente-executivo do INSS em Porto Alegre, Claiton Pereira, informou que em vez de agendar uma data para ser atendido o cidadão receberá direto o número do protocolo de requerimento, eliminando a etapa do agendamento. Nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do instituto, será possível então a concessão automática do benefício, isto é, a distância.

Segundo Pereira, a medida representa fim do tempo de espera para ser atendido. "Anteriormente, o cidadão ligava para o 135 e era agendada uma data geralmente no prazo de três a quatro meses para que ele fosse na agência da Previdência entregar a documentação para ter a análise do seu benefício", destacou.

Pereira explicou que agora haverá uma agilização no atendimento nas agências porque o cidadão que estiver com o cadastro totalmente regularizado, ou seja, em que as empresas tenham informado corretamente os dados, poderá ter no momento do requerimento a sua aposentadoria por idade ou salário-maternidade concedido. "Não vai mais haver a obrigatoriedade de uma pessoa se dirigir até a uma agência do INSS para entregar a documentação", acrescentou. O gerente-executivo do INSS explicou que a concessão vai ocorrer de forma automática no momento do agendamento.

"Anteriormente, uma pessoa esperava de quatro a seis meses para ser atendido em uma agência da Previdência, agora ela poderá sair com a sua concessão de forma automática. Vamos ganhar em agilidade e poderemos realizar outros serviços", ressaltou.

A gerência Porto Alegre, da qual fazem parte as cidades de Viamão e Alvorada, realiza uma média de 25 mil a 30 mil atendimentos por mês entre aposentadorias, perícias médicas, manutenção de benefícios e troca de endereços enter outros serviços. De acordo com Pereira, com às mudanças na gerência Porto Alegre a concessão de aposentadorias tem levado em média quatro meses para serem analisadas. Anteriormente, em razão da falta de funcionários, a verificação era realizada no prazo de um ano a 18 meses.

Outra novidade do INSS será a inclusão a partir do dia 24 de maio de uma série de serviços que terão que ser agendados (dia e horário marcados) também pelo Meu INSS ou pelo telefone 135. A relação inclui a desistência de aposentadoria; atualização de dados cadastrais do beneficiário; atualização de dados do Imposto de Renda - atualização de dependentes; desistir de aposentadoria ou auxílio-reclusão e solicitar pagamento de benefício não recebido.