Correio do Povo | Notícias | Professores pedem saída de Sartori em protesto em frente ao Piratini

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

  • 02/09/2016
  • 11:05
  • Atualização: 11:33

Professores pedem saída de Sartori em protesto em frente ao Piratini

Docentes picharam asfalto durante manifestação no Centro de Porto Alegre

  • Comentários
  • Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

O protesto de professores ligados ao Cpers-Sindicato chegou ao Palácio Piratini, no Centro Histórico de Porto Alegre, no final da manhã desta sexta-feira. O grupo, formado por centenas de docentes, pediu a saída do governador José Ivo Sartori após mais um parcelamento de salários. O asfalto em frente à sede do governo gaúcho foi pichado com as palavras "fora Sartori" e "reprovado". 

A manifestação começou mais cedo, quando os professores se reuniram em frente ao prédio do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS). O grupo cobra uma resposta do MP porque, em abril, o Cpers entrou com uma representação contra Sartori por improbidade administrativa. O sindicato questionou gastos do governo com propaganda, considerados exorbitantes e solicitou a instauração de inquérito civil público. 

Representantes do Cpers ingressaram no prédio do MP para falar com algum representante do órgão sobre o tema. Em seguida, o grupo de manifestantes seguiu em caminhada até o Palácio Piratini, no Centro Histórico da Capital.