Correio do Povo | Notícias | Portas Abertas da Ufrgs mobiliza cerca de 1,7 mil pessoas neste sábado

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 19/05/2018
  • 14:41
  • Atualização: 13:08

Portas Abertas da Ufrgs mobiliza cerca de 1,7 mil pessoas neste sábado

Evento proporciona atividades para apresentar cursos de graduação para estudantes

Várias caravanas com estudantes vieram do interior para conhecer a Ufrgs | Foto: Alina Souza

Várias caravanas com estudantes vieram do interior para conhecer a Ufrgs | Foto: Alina Souza

  • Comentários
  • Correio do Povo

Cerca de 12 mil jovens, sobretudo do ensino médio e vestibulandos, compareceram entre 8h e 14h de sábado no Ufrgs Portas Abertas. O evento é considerado o maior na divulgação de ensino, pesquisa e extensão da universidade junto à comunidade. Apesar da chuva e frio, a mobilização de cerca de 1,7 mil pessoas, entre professores, estudantes e funcionários da instituição, resultou na realização de 1.095 atividades para mostrar gratuitamente aos visitantes os 93 cursos de graduação em 27 unidades mantidos pela instituição, considerada uma das maiores e melhores do país.

A Ufrgs possui atualmente em torno de 30 mil alunos, quase 3 mil docentes e cerca de 2,8 mil técnicos. Houve até excursões vindas de cidades do interior, sendo contabilizadas caravanas de 272 escolas nos campus Centro, Vale, Saúde e Olímpico em Porto Alegre, além de Tramandaí, para prestigiar a 16ª edição organizada pela Pró-Reitoria de Extensão.

Foto: Alina Souza

Novo Centro Cultural 

Para a vice-reitora da Ufrgs, professora e escritora Jane Tutikian, o Portas Abertas é um evento que envolve toda a comunidade acadêmica para “receber os futuros alunos e mostrar exatamente o que é a universidade e o que nós fazemos”.

Ela aproveitou para confirmar que no início do segundo semestre será inaugurado um Centro Cultural no prédio do antigo Instituto de Química, no Campus Central, perto da Reitoria da Ufrgs. “Vai ser um grande centro de eventos aberto à comunidade interna e ao público. Toda a manifestação cultural e artística será abrigada nele”, antecipou Jane Tutikian.

“Será o mais novo espaço cultural da cidade”, enfatizou. A verba foi captada através da Lei Roaunet, sendo que as obras de reforma do prédio histórico, construído nos anos 1920, encontram-se em processo de finalização. A cor amarelo-ocre na fachada externa já chama a atenção.

Medicina 

Como exemplo de mobilização realizada com “afeto” durante o Portas Abertas no sábado, Jane Tutikian citou os casos da Medicina que ocupou todo o Salão de Atos da Reitoria e da Engenharia que tinha cinco andares com atividades. O ambiente em toda a instituição, nas palavras da vice-reitora, tornou-se “uma grande festa de acolhida dos nossos futuros universitários”.

Segundo ela, o evento propicia que os jovens descubram suas vocações profissionais durante às visitas aos cursos que despertam interesse. “Temos muitos alunos que vieram nas edições anteriores e tomarem a decisão de seu curso”, recordou, acrescentando que até catarinenses comparecem no evento. “O Portas Abertas vem crescendo ano a ano”, constatou.

Na opinião da pró-reitora de Assuntos Estudantis da Ufrgs, Suzi Camey, o objetivo da iniciativa é “mostrar o dia a dia e a realidade dos cursos”. De acordo com ela, a intenção do Portas Abertas não é somente possibilitar que o jovem visitante saiba mais sobre a faculdade na qual tem o desejo de frequentar, mas que saiba também dos cursos “que a sociedade nem conhece”.

Para quem não pode comparecer no sábado, Suzi Camey orientou que acessem o site da instituição em busca de todas as informações.