Correio do Povo | Notícias | Estudantes brasileiros apresentam projeto à Nasa

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Novembro de 2018

  • 29/06/2018
  • 08:36
  • Atualização: 08:52

Estudantes brasileiros apresentam projeto à Nasa

Trabalho fala sobre sobrevivência do ser humano em outros planetas

  • Comentários
  • Agência Brasil

Estudantes brasileiros apresentaram nessa quinta-feira, em Washington, um projeto para testar a utilização de cimento na construção de casas no espaço para integrantes da Agência Espacial Americana, a Nasa. Os alunos, que são de São Paulo e têm entre 12 e 13 anos, são os únicos brasileiros entre 10 mil participantes dos Estados Unidos (EUA) e do Canadá.

O projeto foi escolhido entre 72 trabalhos brasileiros, em um concurso promovido pelo governo dos Estados Unidos. Ele será enviado à Estação Espacial Internacional em um foguete que será lançado nesta sexta-feira, do Kennedy pace Center, em Cabo Canaveral, na Flórida. Segundo a mãe de um dos alunos que desenvolveram o projeto - chamado "Cimento Espacial" -, a advogada Fernanda de Figueiredo Funck, que esteve em Washington para acompanhar a apresentação, o objetivo é observar "como o cimento se comporta no espaço e verificar se é possível construir casas em outros planetas, como Marte, por exemplo". 

De acordo com Fernanda, polímeros plásticos foram misturados ao cimento e, agora, cientistas vão observar como a mistura se comporta na Terra e no espaço, já que será enviada à Estação Espacial Internacional. Segundo ela, seu filho, Guilherme, quer ser engenheiro civil no futuro. "Isso pode ser um pontapé inicial para a carreira dele". O próprio Guilherme diz que acredita que a seleção do projeto no concurso ajuda a "divulgar mais a ciência para o Brasil". 

O trabalho se baseia na ideia de que, no futuro, outros planetas do sistema solar podem ser ocupados por seres humanos. A partir daí, os alunos, dos colégios Dante Alighieri, Projeto Âncora e Escola Municipal Perimetral, querem descobrir  materiais que podem ser usados em casas no espaço. Eles acreditam que a mistura de cimento e plástico se adaptará de maneira semelhante ao que ocorre na Terra.