Correio do Povo | Notícias | Campanha incentiva denúncias de assédio sexual em ônibus de Eldorado do Sul

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 18/11/2014
  • 08:28
  • Atualização: 09:11

Campanha incentiva denúncias de assédio sexual em ônibus de Eldorado do Sul

Associação de Mulheres do município quer instalação de uma delegacia especializada

  • Comentários
  • Samantha Klein / Rádio Guaíba

Uma campanha para coibir o assédio sexual nos ônibus de Eldorado do Sul, na região Carbonífera, passa a ser divulgada a partir desta terça-feira. Com o mote “Chega pra lá”, cartazes serão colocados nos coletivos do município incentivando as denúncias à Brigada Militar, que pode retirar os possíveis agressores dos coletivos. Para denunciar, o número 3481-3190 já está disponível.

A campanha, idealizada pela Secretaria Especial de Governo em parceria com a Associação de Mulheres de Eldorado do Sul (AMES), surgiu após a realização de reuniões com mulheres para tratar do tema da segurança. A partir daí é que se descobriu o problema, relata a presidente da AMES, Vanessa de Assis. “Notamos que os homens se aproveitam da lotação dos coletivos para ‘se esfregar’ nas mulheres. De cada dez, oito já sofreram algum abuso nos coletivos”, salientou.

Além disso, a meta é incentivar que outros passageiros denunciem ocorrências de assédio sexual. “Hoje os celulares facilitam para que as pessoas registrem em fotos ou vídeos. Ou ainda é possível ligar que a Brigada Militar vai parar o ônibus, retirar o agressor e registrar queixa”, ressaltou Vanessa.

Em Eldorado do Sul, não existe uma delegacia especializada da mulher, mas a Polícia Civil deve dar acolhimento às mulheres que denunciarem situações de abuso. A AMES quer a instalação de uma Delegacia de Polícia (DP) específica baseada na implantação da Lei Maria da Penha e da Lei do Assédio Sexual.