Correio do Povo | Notícias | Prefeitura prevê receita de R$ 70 milhões com Nota Fiscal Conjugada

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Novembro de 2018

  • 08/09/2014
  • 12:13
  • Atualização: 12:32

Prefeitura prevê receita de R$ 70 milhões com Nota Fiscal Conjugada

Contribuintes de Porto Alegre poderão unificar notas de ISSQN e ICMS

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Por Vitória Famer

A Prefeitura de Porto Alegre oficializou nesta segunda-feira a implantação da Nota Fiscal Eletrônica Conjugada. A medida vai possibilitar que contribuintes unifiquem as notas fiscais do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) em somente uma nota eletrônica. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Jorge Tonetto, além das empresas terem um custo menor, o processo será mais ágil. Além disso, será ampliada a receita municipal.

Conforme o secretário, a previsão é que, para o ano que vem, quase R$ 70 milhões sejam implementados na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). “Os empresários vão ter um custo menor e nós teremos mais informações eletrônicas para trabalhar na fiscalização. Já sinalizamos que, para o final de 2015, poderá gerar de R$ 65 milhões a R$ 70 milhões”, apontou o secretário.

A previsão é que cerca de 400 empresas ingressem imediatamente no sistema. O Executivo municipal também trabalha para que, até o final deste ano, seja implantada a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica.

Bookmark and Share