Correio do Povo | Notícias | Público lota arena para primeira prova do Festival de Balonismo em Torres

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 01/05/2015
  • 19:35
  • Atualização: 19:46

Público lota arena para primeira prova do Festival de Balonismo em Torres

Colorido dos balões tomou o céu de uma das mais belas praias do Litoral Norte

  • Comentários
  • Marco Ruas

O público lotou o parque montado para o 27º Festival Internacional de Balonismo, em Torres, durante o primeiro dia de provas nesta sexta-feira. No decorrer da manhã, o número de pessoas no local cresceu gradativamente, mesmo que as tarefas da prova tenham ocorrido entre às 7h e às 9h30min. Porém, as atividades culturais, como apresentações musicais e aulas de diversos gêneros, movimentaram o público presente que, ao final do dia, lotou o entorno da arena de balonismo para acompanhar a decolagem de 15 balões, que se aventuraram em vôo livre, apesar das condições inconsistentes para a prática.

Fora o colorido do céus, graças a presença dos balões, outras atrações chamaram a atenção de quem esteve presente no parque. Ocorreu show de acrobacias aéreas e paraquedismo, Big Foot Protork com Amassa Car – uma camionete com rodas gigantes passando por cima da carcaça de carros deteriorados –, e o Night Glow, quando os balões iluminaram a arena de balonismo com suas chamas. “A programação é ótima, mas todo mundo espera pelos vôos”, opinou a arquiteta Andressa Matos, de 29 anos. Pela primeira vez visitando o evento, ela aproveitou para levar a filha Eduarda, de cinco anos, para acompanhar o show de cores proporcionado pelos balonistas.

A variedade de comidas na praça de alimentação e o parque de diversão também movimentou pessoas de todas as faixas etárias. “Enquanto minha esposa ficou almoçando na praça de alimentação, aproveitei para trazer o pequeno para brincar um pouco no parque de diversão”, relatou Gilmar Borsch, de 56 anos. Natural de Torres, ele afirmou que vem ao evento com a família há muitas edições.

Provas

Apenas uma prova das duas previstas pôde ser realizada no 27º Festival Internacional de Balonismo, em Torres. Com o céu azul e vento moderado, logo após o amanhecer os balonistas se prepararam para alçarem vôo em localidades estratégicas há, pelo menos, um quilômetro da arena de balonismo, onde um “X” estava estendido no campo, onde os competidores deveriam arremessar uma marca, com uma altura mínima de 100 metros do chão. A modalidade é conhecida como fly on. Na seqüência, os balonistas realizaram a segunda tarefa, conhecida como fly in, quando tiveram que se encaminhar até um segundo alvo, determinado pelo diretor de prova.

Na somatória das notas, o representante de Curitiba, Lucas Chemin, encerrou o dia em primeiro lugar, após vencer a tarefa de fly on e obter um bom resultado no fly in. O tcheco Michael Suchy venceu o fly in, e o torrense, Giovani Pompermaier, completou as três primeiras posições da competição. Segundo o diretor técnico de balonismo, Bruno Schwartz, o nível competitivo entre os atletas foi muito alto. “Entre o segundo e o quinto colocado, a diferença é de 14 pontos”, exaltou. A diferença de ponto é mínima, levando em consideração que o primeiro colocado encerrou o dia com 1.887 pontos enquanto o último obteve 950. Isto em apenas uma prova.

Na tarde, estava agendada a modalidade de caça à raposa – quando um balão decola antes e os outros decolam entre 5 e 10 minutos depois. Quem pousar mais próximo do ponto onde o balão raposa aterrissou, vence. Porém, devido ao tempo e ventos instáveis, a prova foi cancelada por medida de segurança. Mesmo assim, cerca de 15 balonistas fizeram a festa do público ao levantarem vôo livre da arena.

Duas provas estão previstas para a manhã e uma para a tarde deste sábado. Apesar da expectativa dos organizadores técnicos de que o tempo deve piorar, afetando as condições de vôo, balonistas e visitantes do festival esperam mais um dia de competição e um céu colorido de balões.


TAGS » Torres, Balonismo