Correio do Povo | Notícias | Balões voltam a colorir o céu de Torres

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

  • 02/05/2015
  • 10:08
  • Atualização: 10:11

Balões voltam a colorir o céu de Torres

Duas provas ocorreram na manhã deste sábado

  • Comentários
  • Marco Aurélio Ruas

O sábado foi marcado pelas duas provas que ocorreram pela manhã no 27º Festival Internacional de Balonismo, em Torres, no Litoral Norte. Ambas foram realizadas em um único voo. Após o briefing, que aconteceu por volta das 6h30min, os competidores se encaminharam para localidades estratégicas, com o objetivo de chegar até a arena de balões, onde dois triângulos foram formados o meio do campo. A prova, chamada de Gordon Benet, na modalidade fly in, que consiste em os balonistas lançarem suas marcas o mais próximo possível do zona central entre os triângulos. Assim que lançada a marca, cada competidor seguia em frente, na busca pelo balão raposa, iniciando a segunda prova, a Caça à Raposa. Esta prova tem como objetivo o pouso mais próximo possível de onde o balão raposa aterrissou.

Segundo o diretor técnico do evento, Bruno Schwartz, o resultado das provas de hoje deve definir os candidatos ao título. “É possível que, quem acabar o dia em primeiro lugar, encaminhe o título da competição”, argumentou. Schwartz ainda disse que, caso não exista mais condições para a realização de provas até o final da competição, o campeonato já está validado com a realização de três provas e dois voos.

Sobre as condições para a prática do balonismo, a manhã de sábado apresentou condições mais regulares do que a sexta-feira, conforme o diretor técnico. “O vento está mais definido e há menos neblina”, opinou. Para Schwartz, o favorito a vencer as provas restantes é o alemão Uwe Schneider, que é vice-campeão mundial do esporte. A expectativa é de que as condições de voo sejam menos favoráveis neste domingo, último dia de evento. Pela manhã, ocorrerá a prova da chave, onde o balonista que conseguir pegar a chave presa em um mastro, ganhará um carro. Às 16h, acontece as premiações e o último voo livre, sendo a última oportunidade de ver o céu colorido em Torres neste ano.