Correio do Povo | Notícias | Pediatra é denunciada ao Cremers por cancelar consulta de menino por mãe ser filiada ao PT

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 22 de Setembro de 2018

  • 28/03/2016
  • 23:10
  • Atualização: 23:19

Pediatra é denunciada ao Cremers por cancelar consulta de menino por mãe ser filiada ao PT

Ex-secretária de Políticas para Mulheres criticou mistura de questões profissionais com posicionamento político

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

A pediatra que cancelou consulta de um menino de um ano com a justificativa da mãe ser filiada ao PT teve o nome denunciado, nesta segunda-feira, ao Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers). O caso, ocorrido na semana passada, envolveu a ex-secretária estadual de Políticas para Mulheres, Ariane Leitão. Ela se queixou, de início, em redes sociais e, agora, formalizou a denúncia.

A petista afirmou que a pediatra atendia seu filho havia quase um ano. Ela relatou surpresa ao receber uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp afirmando que a médica havia cancelando a consulta. A ex-secretária afirmou considerar uma "demência" o posicionamento pelo fato de estar misturando questões profissionais com um posicionamento político pessoal. “É uma pessoa que realmente não tem condição de exercer a Medicina, ainda mais a Pediatria, porque a Medicina por si só já é uma profissão que tem essa questão do cuidado com o próximo, da saúde com as pessoas”, desabafou.

O Cremers confirmou o recebimento da denúncia e ter aberto sindicância para analisar o caso. O presidente do Conselho, Rogério Aguiar, admite, porém, que a cassação do exercício é quase improvável, apesar de reiterar que tanto a Constituição Federal quanto o próprio Código de Ética Médica proíbem qualquer tipo de discriminação com pacientes. Procurada pela reportagem,  a clínica da médica relatou não ter interesse, no momento, em se pronunciar sobre o caso.


TAGS » Política, PT, Cremers