Correio do Povo | Notícias | Apenas 1/3 do total de bicicletas do BikePoA está em operação

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 24/10/2017
  • 13:56
  • Atualização: 14:12

Apenas 1/3 do total de bicicletas do BikePoA está em operação

EPTC informa que a redução decorre do fato de estar havendo uma transição para um novo sistema

EPTC informa que a redução decorre do fato de estar havendo uma transição para um novo sistema | Foto: Alina Souza

EPTC informa que a redução decorre do fato de estar havendo uma transição para um novo sistema | Foto: Alina Souza

  • Comentários
  • Claudio Isaías

A troca de operação para o novo sistema do BikePoA está resultando em uma redução no número de bicicletas

disponíveis no sistema em Porto Alegre. Um levantamento da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) aponta que 130 bicicletas de um total de 400 estão disponíveis para os usuários do serviço. Isto significa, que apenas 32,5% do total de bicicletas estão operando.

No entanto, a EPTC informa que a redução de bikes na cidade decorre do fato de estar havendo uma transição para um novo sistema que é totalmente diferente e nada tem a ver com o atual. O sistema vigente não poderá mais ser utilizado, por se tratar de tecnologias distintas. Por ser uma transição para um sistema totalmente novo, segundo a EPTC, as bicletas que apresentam problemas não estão sendo repostas. As que são possíveis consertar, é realizada a manutenção. Porto Alegre possui 41 estações BikePoA, como é o caso da Estação Harmonia, próximo do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Conforme a empresa, o novo sistema começa a operar em novembo com a implantação total de novas estações e novas bikes até o final de 2017. De acordo com a EPTC, quando começarem a implantação das novas estações todas as bicicletas e estações antigas serão retiradas porque não haverá comunicação entre o sistema antigo e novo.

Em agosto, o novo modelo das bikes compartilhadas em Porto Alegre foi apresentado na Estação Iberê Camargo. A mudança está sendo implementada pela empresa Tembici, que no mês de maio maio adquiriu a Samba Transportes Sustentáveis e passou a operar os sistemas de bike-sharing patrocinados pelo Itaú Unibanco: Bike Sampa, Bike Rio, Bike PE, BikePoA e Bike Salvador. Durante o lançamento, o prefeito Nelson Marchezan Júnior anunciou a integração do sistema com o Cartão Tri.

Um levantamento da prefeitura mostrou que Porto Alegre já tem mais de 270 mil usuários cadastrados e 1,8 milhão de viagens realizadas por 410 bicicletas, que estão disponíveis em 41 estações da cidade. Desde o início do funcionamento do bike sharing , em 22 de setembro de 2012, um número cada vez maior de pessoas começou a usar a bicicleta como meio de transporte. As cinco estações mais utilizadas são a Redenção o Mercado Público, Iberê Camargo, Shopping Barra Sul, Shopping Praia de Belas e Lima e Silva. A média de uso das bicicletas compartilhadas nos dias de semana é de 20 minutos, metade dos 40 minutos utilizados no final de semana.

O novo modelo de bike da Tembici será mais robusto e terá peças que não podem ser utilizadas em outras bicicletas, nem vendidas, visando à questão da segurança. As novas bikes são fornecidas para a Tembici pela empresa canadense, PBSC Urban Solutions, líder mundial em sistemas de compartilhamento de bicicletas. O PBSC atualmente tem cerca de 50 mil bicicletas em três continentes e em mais de 20 cidades.