Correio do Povo | Notícias | Uruguai atrai mais de 50 mil brasileiros em um mês

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 28/02/2017
  • 22:48
  • Atualização: 07:50

Uruguai atrai mais de 50 mil brasileiros em um mês

Somente em janeiro deste ano, turistas gastaram mais de 40 milhões de dólares no país vizinho

Somente em janeiro deste ano, turistas gastaram mais de 40 milhões de dólares no país vizinho | Foto: Leonardo Correa / Divulgação Uruguai Natural / CP

Somente em janeiro deste ano, turistas gastaram mais de 40 milhões de dólares no país vizinho | Foto: Leonardo Correa / Divulgação Uruguai Natural / CP

  • Comentários
  • Daiane Vivatti / Rádio Guaíba

Os brasileiros gastaram 46 milhões de dólares, somente em janeiro deste ano, no Uruguai. O montante é 48,6% maior do que no mesmo período de 2016. Segundo dados do Ministério do Turismo uruguaio, neste primeiro mês de 2017, 54.715 brasileiros cruzaram a fronteira com o país vizinho, contra 44.125 em janeiro do ano passado. Se, em janeiro, os números animaram os vizinhos brasileiros, o balanço de fevereiro promete ser ainda melhor.

Somente no período do Carnaval, a agência Trip Tri, de Porto Alegre, levou cinco ônibus com turistas para o Uruguai, com um total de aproximadamente 300 pessoas. De acordo com a gerente de marketing, Janaina Ramos, a procura por viagens ao país vizinho é crescente, as vagas se esgotam rápido e sempre há lista de espera. A maior parte do público é gaúcho, pela proximidade territorial, mas a empresa recebe turistas de outros lugares do país, como Rio de Janeiro e São Paulo, que optam por ir de ônibus, pois se torna mais barato.

Entre os fatores para a mudança de comportamento dos brasileiros em busca de viagens para o Uruguai, Janaína destaca que a divulgação dos destinos, pelo governo uruguaio, aumentou muito no Brasil. Muitas vezes, o país é escolhido para a realização da primeira viagem internacional pela facilidade de compreensão do idioma e também porque compensa financeiramente, já que é feita a devolução do valor pago em impostos nos serviços turísticos, como em restaurantes, bares e hotéis.

A administradora Luciana Storniolo Torrescasana, de 30 anos, já realizou outras viagens internacionais, mas optou por conhecer o país vizinho no carnaval deste ano. “O Uruguai é superacessível em termos de valores e as belezas naturais são incontáveis. Para cada lado que tu olha tem uma vista fantástica, as lembranças vão ser inúmeras”, relata.

Se, no Uruguai, houve aumento do número de brasileiros, na costa gaúcha foram os argentinos que equilibraram a balança, embora ainda com resultado negativo. Segundo a presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Litoral Norte, Ivone Ferraz, em 2017, houve queda de 10% no movimento em relação a 2016. Mesmo assim, a empresária considera o resultado positivo, pois, no último ano, a região registrou um superávit 20% acima da média. “Nós tivemos um movimento atípico no Carnaval, com os turistas ficando somente por dois dias na praia, além de muita flutuação, as pessoas chegando pela manhã e indo embora à tardinha. Mas essa fuga de turistas para o Uruguai não nos impactou, porque foi compensada pela vinda de argentinos e muita gente de outros lugares do Brasil como Santa Catarina e Paraná”, explica.