Correio do Povo | Notícias | Grupo bloqueia ERS 118 exigindo pagamento de aluguel social em Sapucaia

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

  • 27/03/2017
  • 17:40
  • Atualização: 17:48

Grupo bloqueia ERS 118 exigindo pagamento de aluguel social em Sapucaia

Manifestantes trancam região desde o início da tarde

Grupo bloqueia ERS 118 exigindo pagamento de aluguel social em Sapucaia do Sul | Foto: CRBM / Divulgação / CP

Grupo bloqueia ERS 118 exigindo pagamento de aluguel social em Sapucaia do Sul | Foto: CRBM / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Daiane Vivatti / Rádio Guaíba

Moradores de Sapucaia do Sul fazem nesta segunda-feira o quarto bloqueio da ERS 118, em duas semanas. Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), cerca de 20 pessoas permanecem no local, totalmente fechado desde o início da tarde para a passagem de veículos, com o uso de pedras e pedaços de madeira. Os manifestantes, que foram deslocados em função da duplicação da via, exigem o pagamento em dia do aluguel social, pelo governo estadual. Um desvio de trânsito é feito por dentro de Esteio para quem precisa usar a estrada.

A Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação reitera que dois pagamentos foram realizados este mês, o último na última quinta-feira passada, quando foram liberados R$ 198 mil. Segundo a assessoria da Pasta, o movimento dos moradores informou que 28 famílias estão com uma ou mais parcelas em atraso. O governo reforça que para corrigir o problema, os beneficiários devem entregar a documentação necessária à Prefeitura. Para que ocorra o ressarcimento, os moradores devem ainda apresentar o recibo do aluguel. Conforme o órgão, mais um pagamento deve ser feito até o fim do mês, mas depende da liberação de recursos pela Secretaria da Fazenda.

Também foram realizados protestos com bloqueio na quinta e sexta-feira da semana passada, e em 16 de março. Mensalmente, 928 famílias que foram retiradas das margens da ERS 118 recebem o benefício – um auxílio de até R$ 500, conforme a Lei Estadual nº 14.039, de 6 de julho de 2012.

O município de Sapucaia do Sul é o que concentra o maior número de moradores inseridos ao aluguel social (712), seguido de Gravataí (152), Cachoeirinha (61) e Porto Alegre (3). Segundo a Secretaria Estadual da Fazenda, desde o início de 2017 foram destinados R$ 969 mil para o pagamento do aluguel social.