Correio do Povo | Notícias | Redução em tarifas de aeroportos irá vigorar com gestão de concessionárias, diz Anac

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 29/08/2017
  • 13:13
  • Atualização: 13:38

Redução em tarifas de aeroportos irá vigorar com gestão de concessionárias, diz Anac

Correção considera a variação percentual do Índice de Preços ao Consumidor Amplo

Redução em tarifas de aeroportos irá vigorar com gestão de concessionárias, diz Anac  | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

Redução em tarifas de aeroportos irá vigorar com gestão de concessionárias, diz Anac | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou nesta terça-feira, no Diário Oficial da União (DOU), a ordem de serviço para os aeroportos de Fortaleza e de Porto Alegre, cujos contratos de concessão foram assinados em 28 de julho passado. A Anac explicou que o documento prevê a publicação do reajuste das tarifas aeroportuárias que passarão a vigorar do início do Estágio 3 da Fase I-A, quando as concessionárias assumem integralmente a gestão do aeroporto.

Os tetos das tarifas aeroportuárias dos dois terminais serão reduzidos em 2,4657%. Até o fim do Estágio 2 da Fase I-A, serão mantidos os tetos tarifários atualmente praticados por esses aeroportos, fixados pela Portaria nº 169/SRA, de 17 de janeiro de 2017. 

Documento exigido pela Anac

A ordem de serviço é um documento emitido e publicado pela Anac que autoriza as concessionárias a iniciar a fase de transferência das operações e a fase de ampliação do aeroporto, para adequação da infraestrutura e melhoria do nível de serviço. Esse documento é exigido para a eficácia do contrato e demais obrigações contratuais.

Para a emissão da ordem de serviço, foi solicitada à concessionária a comprovação da contratação das apólices de seguro que garantem a continuidade e eficácia das operações realizadas no aeroporto e do comprovante de recolhimento da Contribuição Fixa Inicial ao Fundo Nacional de Aviação Civil – FNAC.

A correção considera a variação percentual do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de julho de 2016 a junho de 2017, e é aplicada sobre as tarifas estabelecidas no Anexo 4 do contrato de concessão dos dois aeroportos.

Com a alteração dos valores, a tarifa de embarque doméstica máxima paga pelos passageiros nos dois aeroportos (Fortaleza e Porto Alegre) passará de R$ 29,90 para R$ 29,78. A tarifa máxima de embarque internacional passará de R$ 115,64 para R$ 114,16, valores esses que incluem o Adicional do FNAC de 18 dólares, criado pela Lei nº 9.825/99 e que atualmente corresponde a R$ 62,70, conforme estabelecido pela Portaria ANAC n° 23/SRA/2017.