Correio do Povo | Notícias | Milhares acompanham desfile cívico em Porto Alegre

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

  • 07/09/2017
  • 13:40
  • Atualização: 13:44

Milhares acompanham desfile cívico em Porto Alegre

Evento ocorreu nessa manhã na Capital

Desfile de 7 de setembro foi acompanhado por milhares nesta quinta | Foto: Guilherme Testa

Desfile de 7 de setembro foi acompanhado por milhares nesta quinta | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Marco Ruas

Milhares de pessoas acompanharam o desfile cívico-militar da Semana da Pátria em Porto Alegre na manhã desta quinta-feira. O evento que marca o feriado da Independência reuniu cerca de 4 mil participantes, entre militares e civis, que desfilaram na avenida Edvaldo Pereira Paiva. Além disso, aproximadamente 150 veículos, entre blindados do Exército e viaturas leves, também cruzaram pela via. A estimativa do Exército é de que 25 mil pessoas acompanharam o evento.

O desfile ocorreu sem problemas, sendo marcado apenas pela utilização de pontes do Exército como palanque para as autoridades, de forma improvisada, já que as tradicionais arquibancadas não foram alugadas por falta de recursos.

O desfile começou no horário previsto, após a revista do vice-governador José Paulo Cairoli, acompanhado do comandante do Comando Militar do Sul (CMS), o general Edson Leal Pujol, e das honras militares seguidas e do hasteamento das bandeiras, que contou com a participação do prefeito Nelson Marchezan Júnior. A presença das milhares de pessoas que acompanharam o desfile foi celebrada pelo chefe da Comunicação Social do CMS, coronel Vilmar Carlotto Júnior.

“De nada adiantaria estarmos reunidos, fazendo todo esse esforço de celebração, se a população brasileira não estivesse conosco”, afirmou. Segundo o coronel, o desfile também é uma oportunidade de aproximação entre o Exército e as forças de segurança pública com a população. “É a oportunidade de mostrar o nosso trabalho, das Forças Armadas e das forças de segurança pública. E mostrar aquilo que fazemos, nossos equipamentos e materiais”, relatou.

O desfile foi iniciado enquanto o tempo ainda estava nublado. Entretanto, não demorou muito para o sol aparecer e a temperatura aumentar. Sob um calor intenso, um policial militar chegou a passar mal e foi socorrido. Porém, nem mesmo a alta temperatura afugentou os espectadores. Espalhadas ao longo de ambas as calçadas da avenida, as pessoas acompanharam o evento até o final.

“Como é somente uma vez no ano é bom acompanhar. Também não é todo dia que se tem orgulho da nação”, argumentou o administrador Carlos Augusto da Rocha, 47. Junto da esposa e da filha, ele acompanhou o desfile pela terceira vez seguida.

Além do Exército, também desfilaram instituições como a Marinha, Aeronáutica, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil e Brigada Militar. O evento ainda recebeu os ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira, os integrantes da Liga da Defesa Nacional, além dos Escoteiros do RS, Instituto Boina Azul e o Colégio Militar de Porto Alegre, entre outros. Desde o início da manhã, a avenida foi fechada pelo Exército para a preparação do desfile. O bloqueio ocorreu desde o viaduto Abdias do Nascimento até a Rótula das Cuias. A liberação da via ocorreu ao longo da tarde.