Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 21 de Janeiro de 2018

  • 02/01/2018
  • 16:37
  • Atualização: 16:42

IGP confirma afogamento como causa da morte de menino em rio

Comando Ambiental da BM suspeita que jovem pode ter sido atacado por cobra

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul confirmou, nesta terça-feira, que a causa da morte do menino Guilherme da Silva Andrade foi asfixia mecânica por afogamento. Na tarde do último domingo, ele teria sido atacado por uma cobra quando estava no rio Teixeira, na localidade de Butiá Grande, em Ipiranga do Sul, Norte do Estado.

Conforme o IGP, o corpo do menino de 12 anos foi levado ao Posto Médico Legal de Passo Fundo na segunda-feira para a realização de exames. De acordo com o laudo da necropsia, foram encontrados sinais internos de asfixia e sinais específicos de afogamento. Também foi coletado um fragmento de pulmão para pesquisa de plâncton, exame confirmatório de afogamento. O instituto ainda destacou que os membros de Guilherme não apresentavam fraturas.