Correio do Povo | Notícias | Novas bicicletas do BikePoa ainda não chegaram a Porto Alegre

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

  • 19/01/2018
  • 22:18
  • Atualização: 22:25

Novas bicicletas do BikePoa ainda não chegaram a Porto Alegre

Serviço opera com 81 dos 400 equipamentos previstos em projeto

Serviço opera com 81 dos 400 equipamentos previstos em projeto | Foto: Joel Vargas / PMPA / CP Memória

Serviço opera com 81 dos 400 equipamentos previstos em projeto | Foto: Joel Vargas / PMPA / CP Memória

  • Comentários
  • Laura Gross / Rádio Guaíba

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou, na tarde desta sexta-feira, que ainda não recebeu as bicicletas que foram enviadas pela empresa Tembici, sediada em Varginha (MG), na sexta-feira passada. O órgão salientou que aguarda o recebimento das bikes para que o novo sistema de compartilhamento possa começar a operar na Capital.

Em nota, a EPTC informou que os trâmites burocráticos de importação foram finalizados e que agora espera a liberação das estações, também importadas pela nova prestadora. Depois que todos os equipamentos estiverem liberados, um novo cronograma de instalação vai ser montado junto à Tembici.

Já a assessoria de imprensa do banco Itaú, que patrocina o serviço, também informou que aguarda a finalização do processo com a Tembici.

O novo projeto de compartilhamento de bicicletas de Porto Alegre, anunciado em agosto do ano passado, tinha previsão de entrar em operação em dezembro de 2017, mas até o momento não se concretizou. Enquanto isso, o BikePoa opera com menos de 20% do total de bicicletas antes disponíveis à população.

A Rádio Guaíba monitorou o serviço, por meio de aplicativo no celular, entre os dias 3 e 5 de janeiro. No período analisado, o dia que finalizou com maior número de bicicletas disponíveis somou 81. A licitação previa 400 bikes, distribuídas em 40 estações. Vinte e três delas ficaram sem nenhuma bicicleta disponível no horário de verificação do serviço em ao menos um dos dias analisados pela reportagem. A consulta ocorreu após as 23h, horário limite para a devolução das bikes às estações.

A Tembici destacou, à época, que as bicicletas danificadas não estão sendo repostas devido à troca do sistema.

Serviço

Um levantamento da Prefeitura da Capital mostrou que Porto Alegre já teve mais de 270 mil usuários cadastrados e 1,8 milhão de viagens realizadas desde 22 de setembro de 2012. Para usar o BikePoa, o usuário paga R$ 5 pelo passe diário ou R$ 10 para utilizar o serviço durante todo o mês.

Novo sistema

O novo modelo de bike da Tembici vai ser mais robusto, com peças que não poderão ser usadas em outras bicicletas, nem vendidas, visando a segurança do sistema. As novas bicicletas foram fabricadas pela empresa canadense PBSC Urban Solutions, líder mundial em sistemas de compartilhamento. Atualmente, para comprar o passe é necessário ter cartão de crédito. Já o novo sistema prevê integração com o cartão TRI.