Correio do Povo | Notícias | Zoológico de Sapucaia deverá ser concedido à iniciativa privada

Porto Alegre

31ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 11/10/2018
  • 19:14
  • Atualização: 19:35

Zoológico de Sapucaia deverá ser concedido à iniciativa privada

Com extinção da Fundação Zoobotânica, governo lançará edital após as eleições

Zoológico de Sapucaia deverá ser concedido à iniciativa privada | Foto: Pedro Revillion / CP Memória

Zoológico de Sapucaia deverá ser concedido à iniciativa privada | Foto: Pedro Revillion / CP Memória

  • Comentários
  • Heron Vidal

O Zoológico de Sapucaia, também pertencente à agora extinta Fundação Zoobotânica, será concedido à gestão privada. A Secretaria Estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) já realizou consulta pública e quatro empresas, de fora do Estado, fizeram questionamentos. O edital de concessão, porém, será lançado somente depois das eleições.

“É uma demonstração de que podem vir a ter interesse”, disse a titular da pasta, Ana Pellini. “Não se trata de privatizar, vender, isso é proibido por lei”, observou. A ideia, explicou ela, é buscar mais qualidade, recintos modernos, atrações, trilhas, praça de alimentação, etc.”

Inaugurado em 1962, o Parque Zoológico de Sapucaia do Sul conta com aproximadamente 150 espécies – e cerca de 20 delas estão ameaçadas de extinção no Brasil ou no Rio Grande do Sul. São mais de mil animais no local, cuja área é de 780 hectares.

Para gerir os três órgãos extintos oficialmente nesta quinta – além do Zoo, o Museu de Ciências Naturais e o Jardim Botânico – a secretaria criou o Departamento de Projetos e Pesquisa e um Plano de Ação – farão a transferência das atividades: imóveis, instalações, benfeitorias, acervo de bens, todo o patrimônio, a sua proteção e conservação.

No Zoológico trabalham 61 servidores. Se uma empresa assumir a concessão, parte deles irá para o Jardim Botânico e outra para departamentos da secretaria.