Correio do Povo | Notícias | Prédio desaba, mata menino e deixa moradores soterrados em Salvador, na Bahia

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 23 de Junho de 2018

  • 13/03/2018
  • 10:20
  • Atualização: 11:49

Prédio desaba, mata menino e deixa moradores soterrados em Salvador, na Bahia

Bombeiros trabalham no local para socorrer as vítimas

Bombeiros ainda estão tentando resgatar os moradores | Foto: Romildo de Jesus / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP

Bombeiros ainda estão tentando resgatar os moradores | Foto: Romildo de Jesus / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP

  • Comentários
  • AE

Uma criança de 12 anos morreu e outras pessoas ficaram soterradas após o desabamento de um prédio de três andares na manhã desta terça-feira, em Pituaçu, bairro localizado na zona leste de Salvador, na Bahia. Segundo a Defesa Civil do município (Codesal), o edifício ficava em uma área de ocupação informal e desabou devido às fortes chuvas que atingiram a cidade na manhã desta terça, sendo que em alguns locais o índice pluviométrico chegou a 100 milímetros.

O Corpo de Bombeiros informou que pelo menos três pessoas foram atendidas por moradores e encaminhadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital: Sabrina Menezes, de menos de 1 ano de idade, Alex Pereira de Jesus, de 29 anos, e uma mulher identificada como Beatriz, de 30 anos. Um menino, identificado como Robert de Jesus, de 12 anos, foi retirado com vida, mas morreu a caminho do hospital. Rosângela Santana de Jesus, avó das crianças, passou mal e também foi levada ao hospital.

Os bombeiros ainda informaram que o corpo de Alan Pereira de Jesus, de 31 anos, foi encontrado no local. Mas esta informação não havia sido foi confirmada por outras autoridades até por volta das 11h. A Secretaria Municipal de Saúde disse que uma mulher de 35 anos foi resgatada com ferimentos na face e uma menina de 11 anos com traumatismo craniano. O homem de 29 anos teve ferimentos na face e escoriações. Os três foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE). Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles. Segundo os bombeiros, o edifício caiu por volta das 6h. Seis unidades do Samu permanecem em atendimento no local.