Correio do Povo | Notícias | Nova subestação da CEEE deve ser inaugurada até fim de maio

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

  • 17/04/2018
  • 19:22
  • Atualização: 20:24

Nova subestação da CEEE deve ser inaugurada até fim de maio

Nova estrutura deverá beneficiar 110 mil clientes da empresa

Nova subestação da CEEE deve ser inaugurada até fim de maio | Foto: Guilherme Almeida

Nova subestação da CEEE deve ser inaugurada até fim de maio | Foto: Guilherme Almeida

  • Comentários
  • Franceli Stefani

A subestação Porto Alegre 7 (SE PAL 7), considerada a maior estrutura de distribuição de energia na área de concessão da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), deve ser inaugurada até o fim de maio. A afirmação foi feita pelo presidente da estatal, Urbano Schmitt, durante visitação a obra, junto com os diretores da Omexom – responsável pela construção da infraestrutura –, na tarde desta terça-feira, na esquina entre as ruas Voluntários da Pátria e Ramiro Barcelos.

"Ela é muito importante para Porto Alegre, já que abastecerá diversos bairros, além de unidades de saúde. Serão 110 mil clientes beneficiados. A autossuficiência do espaço é de 15 anos, com atendimento remoto e com tecnologia de ponta", detalhou.

O empreendimento teve a autorização de obra assinada em setembro de 2016 e faz parte do programa Pró Energia RS. Schmitt lembrou que a maior subestação da CEEE Distribuição conta com dois transformadores de 50 MVA de potência e 32 alimentadores (rede de média tensão, que leva energia até a rede de distribuição dos consumidores). Segundo ele, a SE PAL 7 aumentará a confiabilidade e a segurança do sistema elétrico da capital. "Vai melhorar o fornecimento e também disponibilizaremos mais carga para atender o crescimento do mercado", afirmou.

A área que tem 7,5 mil metros quadrados ainda está em obras. Equipes ainda atuam no local para tentar acelerar a conclusão da obra. No projeto, há também a implantação de uma linha de transmissão de 69 quilovolts entre as subestações Porto Alegre 9 (em frente à Arena do Grêmio, na Freeway) e a Porto Alegre 7, com infraestrutura subterrânea de seis quilômetros de extensão, que já está em operação.

O investimento total é de R$ 47,9 milhões, com recursos oriundos de financiamentos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).