Correio do Povo | Notícias | Firmado acordo para transformar Parque Harmonia em referência da cultura do RS

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 22 de Setembro de 2018

  • 08/06/2018
  • 13:58
  • Atualização: 15:23

Firmado acordo para transformar Parque Harmonia em referência da cultura do RS

Prefeitura e o Instituto Semeia assinaram um acordo de cooperação

Parque Harmonia tem pouco movimento durante a maior parte do ano | Foto: Guilherme Almeida

Parque Harmonia tem pouco movimento durante a maior parte do ano | Foto: Guilherme Almeida

  • Comentários
  • Henrique Massaro

Extremamente utilizado no mês de setembro durante a realização do Acampamento em Farroupilha, mas pouco movimentado durante os outros 11 meses, o Parque Harmonia, em Porto Alegre, deve se tornar um espaço de referência da cultura do Rio Grande do Sul durante todo o ano. Com essa ideia, prefeitura e o Instituto Semeia, entidade sem fins lucrativos voltada ao apoio de inciativas em parques e áreas de preservação, assinaram na manhã desta sexta-feira um acordo de cooperação. Através dele, será desenvolvido um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que deve ser publicado em cerca de dois meses.

Com localização considerada privilegiada, junto ao Centro Histórico e à orla, aproximadamente 70 hectares compõem o Parque Harmonia. Apesar dessas características, de acordo com o secretário de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, trata-se de uma das áreas mais carentes da Capital por não ser bem aproveitada. “Precisamos usar esse parque, abraçar o parque, fazer com que seja uma referência da nossa cultura gaúcha”, disse o titular da pasta no ato de assinatura.

O acordo de cooperação, segundo Vanuzzi, tem um prazo de duração de 12 meses possivelmente revogáveis, mas sem transferência de recursos, o que significa que não haverá nenhum custo para a prefeitura. O Instituto Semeia, ainda conforme o secretário, apoiará a prefeitura desde os meses iniciais de concepção do PMI até a consolidação do processo licitatório, com publicação prevista para o fim do primeiro semestre de 2019. Através desse processo, a prefeitura deverá escolher um parceiro que será responsável por fazer os investimentos e transformar o Parque Harmonia no que Vanuzzi definiu como o “parque de todos os gaúchos”.

De acordo com o secretário, os trabalhos que serão feitos consistem em uma visão ampla do Acampamento Farroupilha, com um planejamento do evento para mais de uma década com segurança, conforto, patrocínios e divulgação nacional. “Será a transformação do nosso acampamento de um improviso em um evento de celebração”, afirmou. O prefeito Nelson Marchezan Júnior ressaltou que, no mês de setembro, cerca de 60% da mídia gerada no Rio Grande do Sul é dentro do Parque Harmonia. “É um parque muito importante, porque é simbólico não só para a cidade, mas para o Estado. Que a gente possa não só desfrutar durante um mês, mas durante 12 meses esse patrimônio tão importante”, comentou.