Correio do Povo | Notícias | Obras de revitalização do Largo dos Açorianos voltam a atrasar

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

  • 25/06/2018
  • 15:40
  • Atualização: 19:34

Obras de revitalização do Largo dos Açorianos voltam a atrasar

Prefeitura anunciou que empresa responsável solicitou aditivo de tempo em mais seis meses

Prefeitura anunciou que empresa responsável solicitou aditivo de tempo em mais seis meses | Foto: Cesar Lopes / PMPA / Divulgação / CP

Prefeitura anunciou que empresa responsável solicitou aditivo de tempo em mais seis meses | Foto: Cesar Lopes / PMPA / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) anunciou o pedido da empresa Elmo Eletro Montagens Ltda de novo prazo para conclusão das obras de reurbanização do Largo dos Açorianos. Com a solicitação de aditivo de tempo, a obra deverá durar mais seis meses. A solicitação de prazo foi feita em função do esgotamento da capacidade da empresa em cumprir o cronograma de obras.

“O porto-alegrense merece a conclusão desta obra, um importante ponto turístico, com passeios, esplanadas, bancos, escadarias e arquibancadas, além dos espelhos d'água. Encerrar o contrato e fazer uma nova licitação seria mais caro e demorado. Não houve segundo colocado nesta concorrência”, desta o titular da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), Maurício Fernandes, acrescentando que o novo aditivo não implicará aumento de custos.

“O orçamento inicial do projeto foi de R$ 4,6 milhões, tendo sido reajustado para R$ 5 milhões com a inserção dos serviços nas redes subterrâneas, em fevereiro deste ano.” O secretário ressalta que os repasses financeiros da prefeitura são realizados dentro dos prazos estabelecidos em lei. Os recursos são oriundos do Fundo Pró-Defesa do Meio Ambiente de Porto Alegre (Pró-Ambiente), o qual tem a finalidade de prestar apoio financeiro a atividades, obras, projetos, serviços e equipamentos para o aparelhamento, aperfeiçoamento, e modernização da gestão ambiental no Município, conforme competência da Smams. 

“Nosso foco é o término dessa obra. A empresa deverá se adequar à nova data de entrega, sem mais prorrogações”, frisou Fernandes.  A ordem de início da reurbanização foi assinada em 3 de outubro de 2016, com a empresa vencedora da licitação. Nos primeiros meses de contrato, ainda em 2016, houve atraso no cronograma por parte da empresa contratada e também por interferências não previstas em redes subterrâneas do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) e da rede de alta tensão da Companhia Estadual de Energia Elétrica (Ceee). Em janeiro de 2017, o cronograma sofreu novas alterações em razão de determinação para análise de todos os contratos vigentes. Com as obras retomadas, os trabalhos se concentraram na decapagem e na limpeza do fundo dos espelhos d’água, com retirada do material orgânico.

Após, foi realizado reforço do solo com geogrelhas. O rompimento de parte da rede de esgoto do Dmae na área do segundo espelho provocou vazamento de esgoto cloacal em grande quantidade, o que ocasionou em diminuição do ritmo de trabalho, uma vez que foi necessária a retirada de toda a água acumulada antes do reinício dos serviços. Atualmente, além dos espelhos, as equipes trabalham nas arquibancadas e taludes (próximas ao primeiro espelho, junto à Ponte de Pedra) e também no passeio público em concreto do segundo espelho, no qual foi iniciado também o plantio de grama. A próxima etapa já será a iluminação pública de ambas as áreas do Largo dos Açorianos.