Correio do Povo | Notícias | Salgado Filho obtém média de 4,36 numa escala de 1 a 5

Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 30/07/2018
  • 14:49
  • Atualização: 16:17

Salgado Filho obtém média de 4,36 numa escala de 1 a 5

Aeroporto, administrado pela Fraport desde o começo do ano, teve apenas 8 indicadores abaixo da meta

Velocidade de restituição das bagagens do aeroporto obteve a melhor nota | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Velocidade de restituição das bagagens do aeroporto obteve a melhor nota | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

* Com informações da repórter Mauren Xavier

O Aeroporto Internacional Salgado Filho (Porto Alegre Airport) recebeu apenas oito notas entre 38 indicadores abaixo da meta estipulada pela Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), que é nota 4 numa escala de 1 a 5.

As melhores notas foram para: velocidade de restituição das bagagens do aeroporto (4,64); integridade das bagagens (4,65); e o tempo de fila na emigração (4,84). Em relação à Satisfação Geral do Passageiro, o aeroporto levou nota 4,36. É o que revela o resultado do segundo trimestre da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, realizada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação.

Fraport assume a administração

No início deste ano o aeroporto passou a ser administrado pela Fraport, empresa alemã que assumiu as operações em decorrência do processo de concessões do governo federal. O grupo pretende investir R$ 600 milhões no terminal até 2021. A Fraport administra 30 aeroportos em todo o mundo. A outorga pelo aeroporto gaúcho rendeu à Infraero R$ 382 milhões, com concessão por 25 anos, prorrogáveis por mais cinco.

O programa de investimentos obrigatórios envolve a expansão do terminal para 36 mil metros quadrados, extensão da pista por pelo menos 920 metros, implementação de novos sistemas automáticos de gerenciamento de bagagens e de controle de segurança e 14 pontes de embarque de aeronaves.

Também prevê melhorias como a sinalização de terminais, iluminação externa para os acessos de rodovias, estacionamentos, terminais de carga e de passageiros, por exemplo. A ampliação da pista deve ser concluída em até 52 meses. Esse é o prazo limite, o que não impede que a obra possa ser finalizada antes.

Que obras são essas?

As melhorias integram o pacote mais relevante dos investimentos relacionados à concessão, que envolve a expansão do terminal 1, a extensão da pista, adequação das vias de taxiamento e melhorias no sistema de drenagem do aeroporto. Para a execução, a Fraport contratou um consórcio - grupo HTB, Tedesco e Barbosa Mello -, que também será responsável pelos funcionários que vão atuar na obra. Um ponto positivo é que as licenças ambientais para o início das obras já foram emitidas. Em relação à contratação de profissionais, deverá chegar a 700.

O conjunto de melhorias tem prazo de conclusão até 2021, segundo o contrato assinado entre a Fraport e o governo federal, sendo que para a ampliação do terminal 1 a data é 2019. “Nossa meta é criar um aeroporto moderno, eficiente e focado no cliente. Estamos trabalhando para oferecer o nível mais alto de qualidade em serviços, operação e segurança”, define a CEO Fraport Brasil - Porto Alegre, Andreea Pal.