Correio do Povo | Notícias | Queda de galho de árvore bloqueia rua na zona Leste de Porto Alegre

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

  • 31/08/2018
  • 14:05
  • Atualização: 14:11

Queda de galho de árvore bloqueia rua na zona Leste de Porto Alegre

Pelo menos 20 equipes da SMSUrb trabalham pela cidade para minimizar impactos da chuva

Galho bloqueia Guilherme Alves, na zona Leste de Porto Alegre | Foto: Mauro Schaefer

Galho bloqueia Guilherme Alves, na zona Leste de Porto Alegre | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Cláudio Isaías

A queda de um galho de uma árvore na rua Guilherme Alves, no bairro Partenon, na zona Leste de Porto Alegre, deixou a via totalmente bloqueada para a circulação de veículos na manhã de sexta-feira. Na altura do número 1.633, os motoristas em ambos os sentidos da via tiveram que usar a calçada da residência de número 1.632 para conseguir chegar até a avenida Bento Gonçalves. A proprietária do imóvel, que preferiu não se identificar, disse que estava preocupada com o fluxo de carros no passeio público. "Desse jeito vai estragar a minha calçada", lamentou a dona de casa que olhava o movimento de automóveis da sua janela.

De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), houve o registro ainda de queda de galhos de árvores na avenida Venâncio Aires, no bairro Cidade Baixa e na avenida Guaíba com a rua dos Minuanos, na zona Sul da cidade. Pelo menos 20 equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), por meio da Divisão de Manutenção de Redes Pluviais (Dmap), realizaram intervenções que visam a minimizar os impactos do intenso volume de chuva. As casas de bombas do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) operaram normalmente.

• Em 12 horas, chove quase 36% da média histórica para agosto em Porto Alegre

Agentes da EPTC estiveram na rua Guilherme Alves e isolaram o local onde ocorreu a queda do galho com a colocação de cavaletes. No final da manhã, na rua Guilherme Alves, as equipes da Divisão de Espaços Verdes da SMSUrb trabalharam no local para a retirada do galho da árvore e a liberação da via. Segundo o Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre, foram 200 descargas para o solo, o dobro de uma situação considerada normal, quando, em média, 100 descargas são registradas. Segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a incidência de raios registrada ontem na Capital foi considerada alta. Há alguns pontos de acúmulo de água pela cidade, mas sem bloqueios de vias.