Correio do Povo | Notícias | Chuva causa prejuízos em pelo menos 17 municípios gaúchos

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 02/09/2018
  • 12:39
  • Atualização: 17:38

Chuva causa prejuízos em pelo menos 17 municípios gaúchos

Segundo alerta da Defesa Civil, Estado pode ter temporal e queda de granizo ainda neste domingo

Com a chuva, rio Vacacaí invadiu ruas em São Gabriel  | Foto: Barbosa Júnior / Divulgação / CP

Com a chuva, rio Vacacaí invadiu ruas em São Gabriel | Foto: Barbosa Júnior / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

As chuvas, que atingem o Rio Grande do Sul desde a quinta-feira, afetam pelo menos 17 municípios gaúchos, segundo boletim divulgado neste domingo pela Defesa Civil.  Cerca de 15 residências ficaram danificadas, obrigando 15 famílias a deixarem suas casas. 

Há residências atingidas em Jaquarão, Santana do Livramento, Alegrete, Montenegro, São Gabriel, Dom Pedrito e Pelotas. Em Pedras Altas, as aulas chegaram a ser suspensas por causa das intensas chuvas. O temporal também causou a elevação dos níveis dos rios e prejudicou o trânsito.

A ponte sobre o rio Guaporé, no limite entre Guaporé e Anta Gorda, está interditada devido à eleveção do nível do rio. Em Pedras Altas, há pontos de interrupção em estradas na área rural, dificultanto o acesso ao município. Em Montenegro, no Vale do Caí, a pista lateral da BR 287 está totalmente bloqueada devido à queda de barreira. Já a BR 116, em Nova Petrópolis, na Serra, e a ERS 115, em Três Coroas, no Vale do Paranhana, chegaram a ficar bloqueadas, mas já foram liberadas.

Aumento do nível de rios

Em Alegrete, nos últimos quatro dias, choveu 112,2 milímetros causando a cheia do rio Ibirapuitã. O nível do rio atingiu a marca de 7.54 metros e segue aumentando. Com isso, as águas atingiram alugmas casas do bairro Sofia de Brum. A coordenadora da Defesa Civil, Ellen Figueiredo já expediu o alerta para autoridades e para a população sobre a situação de cheia iminente na cidade.

Em Dom Pedrito, o nível do rio Santa Maria aumentou 5,50 metros além da cota normal e transbordou, afetando casas da área ribeirinha. Há quatro famílias desalojadas que foram para casa de parentes ou amigos e outras três desabrigadas e assistidas nos parques do Sindicato Rural Juventino de Moura – somando 26 pessoas atingidas.

Já São Gabriel, a situação também é de risco, conforme o coordenador da Defesa Civil, Ricardo Barbosa Junior. O rio Vacacaí media, neste domingo, 6.50m além da cota,  desalojando duas famílias do bairro Mato Grosso. Nesses últimos quatro dias, chouveu 170mm na cidade.

A Defesa Civil também emitiu um alerta para chuva intensa e queda de granizo neste domingo. Além disso, rajadas de vento forte podem ser registradas ao longo do dia.

Foto: Barbosa Júnior / Divulgação /CP

Confira as cidades atingidas

Pedras Altas: difícil acesso ao município devido a bloqueios em estradas na área rural; aulas foram suspensas na cidade

Jaguarão: duas famílias desabrigadas / elevação Rio Jaguarão

Santana do Livramento: uma residência danificada por granizo

Alegrete: duas residências danificadas por granizo

São Francisco de Paula: granizo

Passo Fundo: registro de vendaval e granizo

Carazinho: registro de vendaval e granizo

Montenegro: uma residência desabou / queda de barreira, interdição total da via lateral da BR 287

São Gabriel: duas famílias desalojadas (chuva intensa/elevação do rio Vacacaí)

Vila Lângaro: 1 propriedade rural, 1 escola (vendaval e granizo)

Nova Petrópolis: queda de barreira na BR 116, km 158. Trânsito normalizado.

Três Coroas: queda de barreira na ERS 115

Dom Pedrito: três famílias desabrigadas (elevação do rio Santa Maria)

Arambaré: Dano na orla no bairro Caramurú, trânsito em meia pista

Pelotas: três famílias desalojadas (elevação arroio Vila Farroupilha)

Guaporé/Anta Gorda: ponte sobre o rio Guaporé interditada devido ao nível de elevação do rio. (Dividi os municípios de Guaporé e Anta Gorda)