Correio do Povo | Notícias | Após entrar em alerta de enchente, nível do Guaíba começa a baixar

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 05/09/2018
  • 12:30
  • Atualização: 14:25

Após entrar em alerta de enchente, nível do Guaíba começa a baixar

Defesa Civil segue monitorando região das Ilhas

Marília Siqueira precisou utilizar botas para realizar a travessia da rua Nossa Senhora da Boa Viagem | Foto: Guilherme Testa

Marília Siqueira precisou utilizar botas para realizar a travessia da rua Nossa Senhora da Boa Viagem | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Cláudio Isaías

Após atingir 2,16 metros - maior medição desde a inauguração da nova Orla - e alcançar o nível de alerta para enchente (2,10 metros), o Guaíba começou a baixar na manhã desta quarta-feira. Contudo, os moradores da Ilha da Pintada seguem atentos em reazão dos alagamentos na região.

A rua Nossa Senhora da Boa Viagem, uma das principais vias da Ilha da Pintada, permanecia completamente alagada nesta quarta-feira, o que dificultava a passagem de veículos e de moradores. As marinas dos barcos ao longo da via estavam tomadas pela água. A dona de casa Marília Siqueira informou que toda a família está em estado de alerta em razão da instabilidade. Ela precisou utilizar botas para realizar a travessia da rua Nossa Senhora da Boa Viagem. Já o pescador Alceu de Freitas Lopes disse que neste período de tanta chuva é preciso redobrar a atenção porque a água começou a subir muito rápido. "Estamos atentos para não termos surpresas", comentou.

• Cheia de rios obriga famílias a saírem de casa e suspende aulas no Vale do Paranhana

Foto: Guilherme Testa

O período de chuvas prolongado que atingiu Porto Alegre e a região Metropolitana aumentou o nível do Guaíba. De acordo com o Ceic e a Defesa Civil, as águas atingiram 2,16 metros no ponto de medição do Cais Mauá na terça-feira. Na manhã de hoje, o nível do Guaíba no Cais Mauá baixou para 2,04 metros. Na área central, o Guaíba só transborda se alcançar os três metros acima de seu nível, o que não acontece desde 1941. “Estamos bem longe disso”, salientou o coordenador da Defesa Civil de Porto Alegre, Adriano Krukoski. A Defesa Civil continua monitorando o nível na região das Ilhas, que na manhã de terça-feira estava em 1,92 metros e no início da tarde registrou 1,88 metros. Nas ilhas, a cota de inundação é mais baixa: próximo de 2,10 metros.

Nenhuma família precisou ser retirada de casa até o momento. Segundo a Defesa Civil do município, ainda tem muita água descendo da Bacia do Rio Caí, que está em cota de inundação, e da Bacia do Rio Taquari, tudo em direção à Lagoa dos Patos e passando por Porto Alegre. A descida das águas é influenciada pelos ventos Sul e Sudeste que sopram em sentido contrário ao escoamento, ocasionando certo represamento. Conforme Krukoski, a previsão era de que o vento mudasse nesta quarta e o nível dos rios aos poucos se normalizasse.