Correio do Povo | Notícias | Acampamento Farroupilha é aberto com homenagens a Paixão Côrtes

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

  • 07/09/2018
  • 20:58
  • Atualização: 23:09

Acampamento Farroupilha é aberto com homenagens a Paixão Côrtes

Milhares de pessoas acompanharam emocionadas a chegada da Chama Crioula

Solenidade marcou o início da Semana Farroupilha no Rio Grande do Sul e 71 anos da Chama Crioula | Foto: Guilherme Almeida

Solenidade marcou o início da Semana Farroupilha no Rio Grande do Sul e 71 anos da Chama Crioula | Foto: Guilherme Almeida

  • Comentários
  • Felipe Samuel

Com uma série de homenagens ao folclorista Paixão Côrtes, foi aberto oficialmente na noite desta sexta-feira, no Parque Harmonia, o Acampamento Farroupilha. Milhares de pessoas acompanharam emocionadas a chegada da Chama Crioula, no palco principal do evento. O Fogo Simbólico foi conduzida pelo músico Renato Borghetti e Carlos Côrtes, filho do tradicionalista. Os dois repetiram o gesto de Paixão Côrtes, em 1947. A solenidade marcou o início da Semana Farroupilha no Rio Grande do Sul e 71 anos da Chama Crioula.

No telão montado no palco principal, representantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), se revezavam ao microfone para prestar homenagem ao folclorista. Um telão montado em cima do palco apresentou imagens de momentos marcantes da trajetória de Paixão Côrtes. Presidente do MTG, Nairo Callegaro afirma que é um setembro diferente para os tradicionalistas. "A partir de hoje estamos órfãos dessa pessoa. Temos todo o conhecimento da obra escrita, publicada, mas deixamos de ter a convivência do homem. Aquela percepção, aquela sensibilidade, tudo isso ele não deixou escrito", avalia.

 

Callegaro destaca que poucas pessoas tinham a sensibilidade do folclorista para a pesquisa. "Daqui para frente temos que aprender a andar sem ele, preservar o que foi pesquisado por ele, na sua integridade, e tomar cuidado para que não haja distorções", observa. "Tínhamos a presença física do Paixão Côrtes. Sabíamos que estava conosco ainda e que poderíamos recorrer a alguma informação ou orientação", lamenta. Sobre a expectativa para esta edição do evento, Callegaro diz que a meta é receber um milhão de visitantes até dia 20.

Patrono dos festejos farroupilhas, o músico Renato Borghetti afirma que o movimento tradicionalista simboliza tudo que o Brasil precisa atualmente: união, paz e harmonia. O tradicionalista destaca a importância das ações culturais desenvolvidas durante a Semana Farroupilha. "Essa meninada demonstra uma coisa muito bonita que existe dentro desse acampamento, que é o respeito e a preocupação com cultura e a educação. Todos os piquetes que existem aqui têm atividades culturais e artísticas durante a semana", observa.