Correio do Povo | Notícias | Astronautas de EUA e Japão reparam braço robótico da ISS

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 16/02/2018
  • 14:28
  • Atualização: 14:35

Astronautas de EUA e Japão reparam braço robótico da ISS

Equipamento é usado para mover instrumentos pesados ao redor do laboratório em órbita

É a primeira caminhada no espaço para Norishige Kanai, da agência aeroespacial japonesa (JAXA), e a quarta para seu colega americano Mark Vande Hei | Foto: Nasa / Divulgação / CP

É a primeira caminhada no espaço para Norishige Kanai, da agência aeroespacial japonesa (JAXA), e a quarta para seu colega americano Mark Vande Hei | Foto: Nasa / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AFP

Um astronauta japonês e um americano fazem, nesta sexta, uma caminhada pelo espaço para reparar o braço robótico da Estação Espacial Internacional (ISS) e guardar equipamentos em um depósito. É a primeira caminhada no espaço para Norishige Kanai, da agência aeroespacial japonesa (JAXA), e a quarta para seu colega americano Mark Vande Hei.

Prevista para durar seis horas e meia, a expedição começou às 12h GMT (9h, horário de Brasília), quando a dupla de astronautas ativou seus trajes espaciais alimentados por bateria antes de sair para o espaço sideral. O objetivo é mover algumas partes do braço robótico da estação espacial, fabricado pelo Canadá e conhecido como Canadarm2, uma peça obsoleta, mas chave que foi alvo de reparos há alguns meses.

O braço robótico é usado para mover equipamento pesado ao redor do laboratório em órbita, servindo também para acoplar as naves de carga que chegam, regularmente, para abastecer a ISS. Desta vez, os astronautas devem mover uma das "mãos", conhecidas em linguagem técnica como Latching End Effector (LEE), de um depósito até a escotilha de isolamento Quest para que possa retornar à Terra em uma futura missão e possa ser recolocada.

É a caminhada espacial de número 208 na história da ISS para tarefas de manutenção, e a terceira deste ano. "Esta LEE foi substituída durante a expedição 53 de caminhada espacial em outubro de 2017", disse a Nasa em um comunicado. "Também transportarão um LEE antigo, mas funcional, que foi separado do braço durante uma caminhada em 23 de janeiro, para movê-lo de seu depósito temporário fora da escotilha para um depósito de longo prazo".

Essa mão permanecerá na ISS como uma reposição. Médico e submarinista oriundo de Tóquio de 41 anos, conhecido como "Neemo", Kanai era tenente da Força Marítima de Autodefesa do Japão antes de virar astronauta em 2009. É o quarto astronauta japonês a fazer uma caminhada espacial.