Correio do Povo | Notícias | Plataforma Ambiental auxilia debate sobre propostas ambientais

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Novembro de 2018

  • 13/08/2012
  • 19:55
  • Atualização: 20:24

Plataforma Ambiental auxilia debate sobre propostas ambientais

Iniciativa foi lançada na tarde desta segunda-feira em Porto Alegre Plataforma Ambiental auxilia debate sobre propostas ambientais

  • Comentários
  • Danton Júnior/Correio do Povo

Os eleitores gaúchos ganharam um instrumento de apoio para cobrar dos seus candidatos propostas e resultados relacionados ao meio ambiente. Foi lançada nesta segunda-feira, na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, a Plataforma Ambiental aos Municípios 2012, iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica. O texto apresenta contribuições que podem ser incorporadas nas cidades que possuem o bioma Mata Atlântica em seu território - o que abrange 70% dos municípios gaúchos.

As propostas estão baseadas em cinco eixos: desenvolvimento sustentável, clima, educação, saúde e saneamento básico. Entre as sugestões estão a implantação da Política Municipal de Meio Ambiente, do Sistema Municipal de Informações sobre o Meio Ambiente, elaboração de um plano diretor que respeita os zoneamentos ambientais e do Plano Municipal Mata Atlântica, para criar novas unidades de conservação e corredores ecológicos, identificar áreas de preservação permanente, entre outros.

De acordo com o diretor de Políticas Públicas da fundação, Mario Mantovani, o eleitor poderá apresentar as propostas ao candidato e ser uma espécie de padrinho. “É um movimento de cidadania. Aprende-se com isso a votar e se faz uma escolha muito mais efetiva”, observou. Ele ressalta que a plataforma também identifica quais são as atribuições dos executivos e legislativos municipais na esfera ambiental. “Às vezes, nem é competência de um vereador aquilo que ele está prometendo”, justificou.

Não há uma meta em relação ao número de assinaturas. “Nossa preocupação primeiro é fazer com que o seja divulgado”, alega Mantovani. “Se dobrarmos o número de secretarias municipais do meio ambiente, seria um indicador de que fomos bem”, complementa.

A principal causa da iniciativa é a preservação do bioma Mata Atlântica, onde vivem 61% da população brasileira, espalhada em 3.222 municípios. Hoje restam apenas 7,91% de remanescentes florestais acima de 100 hectares do que existia originalmente. Podem ser encontrados no bioma mais de 20 mil espécies de plantas, 270 de mamíferos, 992 de pássaros, 197 de répteis, 372 de anfíbios e 350 de peixes.

O download da Plataforma Ambiental pode ser feito no site oficial. No endereço, eleitores e candidatos podem aderir à iniciativa nas seções “Inscreva-se eleitor” e “Inscreva-se candidato”.

Bookmark and Share