Correio do Povo | Notícias | Porto Alegre mantém alerta em razão de infestação de fêmeas de Aedes

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Novembro de 2018

  • 16/01/2017
  • 15:41
  • Atualização: 17:34

Porto Alegre mantém alerta em razão de infestação de fêmeas de Aedes

População deve manter e incrementar as medidas de controle do mosquito

Porto Alegre mantém alerta em razão de infestação de fêmeas de Aedes | Foto: Patrice Coppee / AFP / CP

Porto Alegre mantém alerta em razão de infestação de fêmeas de Aedes | Foto: Patrice Coppee / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O monitoramento inteligente do Aedes aegypti (MI Aedes) realizado pela prefeitura de Porto Alegre indica que o índice médio de infestação de fêmeas adultas do inseto vetor da dengue, zika e chikungunya na Capital mantém a condição de alerta, com índice 0,42, na semana epidemiológica 2 deste ano (8 a 14/1). 

A condição de alerta indica que a população deve manter e incrementar as medidas de controle do vetor, dentre elas verificação e eliminação de água parada em pátios, calhas, ralos, além de descarte de resíduos inservíveis, entre outras.

O aumento da infestação é comum no verão, quando são registradas temperaturas mais elevadas e mais chuvas. Além disso, como são mais frequentes as viagens, acúmulo de água pode acontecer com mais frequência, já que, muitas vezes, os moradores não estão em casa para fazer a verificação semanal necessária para evitar os criadouros do mosquito vetor. O médico veterinário Luiz Felippe Kunz Júnior, da Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, diz que é possível que ainda em janeiro, a infestação aumente ainda mais, passando da condição de alerta para o status “crítico”.

A Prefeitura mantém o site “Onde está o Aedes” com informações de prevenção contra o mosquito.