Correio do Povo | Notícias | Com nova emergência, Hospital Divina Providência aumenta em 20% capacidade de atendimento

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 21 de Outubro de 2018

  • 11/10/2018
  • 13:42
  • Atualização: 22:27

Com nova emergência, Hospital Divina Providência aumenta em 20% capacidade de atendimento

Investimento na reestruturação do local foi de R$ 1 milhão

Espaço foi inaugurado nesta quinta-feira | Foto: Guilherme Testa

Espaço foi inaugurado nesta quinta-feira | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Cláudio Isaías

Com um investimento de R$ 1 milhão, o Hospital Divina Providência apresentou nesta quinta-feira a nova emergência especializada em neurocardiovascular totalmente reestruturada no bairro Cascata, na zona Sul de Porto Alegre. Os pacientes terão a partir de agora a oferta de dez leitos de observação, sendo cinco para atendimento de alta complexidade e um para isolamento respiratório. Também foram agregados a estrutura equipamentos modernos para a realização de diagnósticos em situação de urgência e implementado um terceiro consultório visando o menor tempo de espera do paciente, principalmente nos períodos de maior demanda, o chamado modelo "Fast Track".

As novidades foram apresentadas pelo coordenador médico da emergência do hospital, Leandro Daniel Menzen, durante solenidade no auditório do hospital que reuniu a Congregação das Irmãs da Divina Providência, médicos, enfermeiros e funcionários administrativos. "Com o objetivo de potencializar o fluxo de atendimentos, decidimos readequar a área administrativa, a farmácia, além do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e a Unidade de Internação (UI) - incluindo dois novos leitos de internação, sendo um deles de isolamento epidemiológico", explicou.

Segundo Menzen, com a nova reestruturação, a direção do hospital prevê aumento de 20% na capacidade dos atendimentos médicos. Após a reforma, o setor passa a dar ênfase aos cuidados neurocardiovasculares. Para isso, conta com cardiologista de plantão e com uma unidade de dor torácica.

Foto: Guilherme Testa

Outra novidade é a sala fast track, destinada aos casos menos graves, de onde o paciente já sai com a prescrição ou medicado quando necessário. O Hospital Divina Providência atende hoje cerca de 2,8 mil a 3,3 mil pacientes por mês na emergência. A unidade possui ainda três consultórios de pronto socorro - sendo que um deles atenderá aos pacientes de baixa complexidade.

A Rede de Saúde Divina Providência, da Congregação das Irmãs da Divina Providência fundada em 1956, é composta por quatro hospitais: o Divina Providência e o Independência, em Porto Alegre; o Santa Isabel, na cidade de Progresso, e o São José, em Arroio do Meio. A instituição de saúde conta com mais de 2.030 funcionários; 2.464 médicos credenciados, e realiza, por ano, em torno de 21 mil cirurgias, 160 mil atendimentos ambulatoriais e 99 mil exames.