Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Abril de 2018

  • 02/01/2018
  • 11:52
  • Atualização: 12:29

Sobreviventes de acidente que matou sete no Sul do RS foram transferidos para hospital de Rio Grande

Jonathan Ferreira da Silva passou por cirurgia e está em estado grave. Já Armando Sosa Gonzáles aguarda por procedimento cirúrgico

Colisão entre dois carros mata sete pessoas em Santa Vitória do Palmar | Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP

Colisão entre dois carros mata sete pessoas em Santa Vitória do Palmar | Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Das nove pessoas que estavam em dois carros que colidiram frontalmente na BR 471, em Santa Vitória do Palmar, no Sul do Estado, apenas duas sobreviveram. Jonathan Ferreira da Silva, de 21 anos, e Armando Sosa Gonzáles, 24, foram transferidos, na noite de segunda-feira, para a Santa Casa de Rio Grande, após passarem por atendimento na Santa Casa de Santa Vitória do Palmar.

Ainda na madrugada de terça-feira, Jonathan, natural de Santa Vitória do Palmar, passou por cirurgia. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o estado de saúde dele ainda é delicado. Já o cubano Gonzáles aguarda por cirurgia, que ainda não está marcada. O estado de saúde dele é estável. Os dois chegaram a Rio Grande por volta das 21h de ontem.

• Acidentes de trânsito matam ao menos 20 pessoas no feriadão de ano-novo no RS

As circunstâncias do acidente entre o táxi, um Chevrolet Cobalt de Porto Alegre, e o Ford Fiesta de Santa Vitória do Palmar ainda são desconhecidas. Mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) suspeita que os veículos estavam em alta velocidade, devido a violência do impacto. A colisão aconteceu no km 636, na pista sentido Rio Grande-Santa Vitória do Palmar. A estrada de mão dupla tem pista simples nos dois sentidos. Um dos sobreviventes estava no Cobalt e o outro no Fiesta.

O Departamento Médico Legal (DML) identificou as vítimas na noite de ontem. No táxi, morreram o motorista Maurício Popow, 46 anos, e três cubanos: Niurka Garcia Roque, Reinaldo Delgado Dias e Osmani Hidalgo Leiva. Os estrangeiros haviam chegado em Porto Alegre na segunda-feira e pegaram o táxi para seguir até a Rodoviária. Provavelmente por não ter horário de ônibus para o Chuí - para onde seguiriam - o grupo teria combinado com o taxista a viagem até a cidade da fronteira com o Uruguai.

Já no Fiesta - que, com a força do impacto, saiu da pista e ficou capotado às margens da rodovia - estava uma família. Maria Elena Martins, 68, Janete Martins Lima, 43, e Celis Maria de Oliveira Gril, 51. Eles se deslocavam de Santa Vitória do Palmar para a Praia da Capilha.