Correio do Povo | Notícias | Prefeitura apresentará elaboração do Plano de Mobilidade Urbana

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 22 de Setembro de 2018

  • 03/07/2018
  • 14:46
  • Atualização: 15:43

Prefeitura apresentará elaboração do Plano de Mobilidade Urbana

Proposta é que documento seja articulado entre poder público e sociedade

Proposta é que documento seja articulado entre poder público e sociedade | Foto: Joel Vargas / PMPA / Divulgação CP

Proposta é que documento seja articulado entre poder público e sociedade | Foto: Joel Vargas / PMPA / Divulgação CP

  • Comentários
  • Mauren Xavier

A prefeitura de Porto Alegre apresentará nesta quarta-feira, às 14h, o processo de elaboração do Plano de Mobilidade Urbana (PMU). Será divulgado um cronograma das etapas, assim como da participação dos diferentes segmentos da sociedade durante o debate. A expectativa é construir um documento que esteja articulado entre poder público e sociedade.

A meta do Executivo é conseguir finalizar o PMU até o final do ano para que seja entregue aos vereadores. Segundo o calendário previsto no Plano Nacional de Mobilidade, o prazo para as prefeituras com mais de 20 mil habitantes apresentarem o PMU é até abril de 2019 – data que venceria neste ano, mas que foi adiada. Municípios que não tenham o documento pronto ficarão impedidos de acessar recursos federais destinados à mobilidade.

De acordo com o diretor da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Luis Ribeiro, o plano já está em construção, levando em consideração os estudos e projetos anteriores já existentes sobre a mobilidade na cidade. Ele lembrou que a cidade encontra-se em estágio avançado em alguns pontos, como no plano do transporte público e no cicloviário.

O PMU leva em consideração uma pirâmide de atores na mobilidade urbana, sendo que a maior relevância é dada aos pedestres, seguido pelos ciclistas, transporte público, transporte de carga e, por último, o transporte individual. Ele deve conter ainda estratégias que levem em consideração os três estágios de prazos: o curto (até 5 anos); médio (entre 5 e 10 anos) e longo (mais do que 10 anos).

Apoio técnico

A elaboração do PMU de Porto Alegre contará com o apoio técnico da World Resources Institute (WRI), uma organização mundial sem fins lucrativos voltada, no Brasil, para a busca de soluções de problemas como a mobilidade urbana. Com um escritório na Capital há 12 anos, a WRI tem um acordo de cooperação com a Prefeitura desde dezembro do ano passado, mas já participou de projetos anteriores.

A WRI já tem experiência em auxiliar outras cidades a desenvolverem os seus planos. Segundo a coordenadora de Desenvolvimento Urbano do WRI Brasil, Luiza Oliveira, o PMU é uma ferramenta sólida para garantir um planejamento de longo prazo. “É fundamental que a sociedade compreenda a relevância desse plano”, explicou.