Correio do Povo | Notícias | Operação tapa-buraco emergencial na Freeway deve terminar na próxima quinta

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Novembro de 2018

  • 04/09/2018
  • 20:19
  • Atualização: 21:18

Operação tapa-buraco emergencial na Freeway deve terminar na próxima quinta

Até o final da próxima semana, duas novas empresas devem começar a fazer a manutenção e a conservação

Até o final da próxima semana, duas novas empresas devem começar a fazer a manutenção e a conservação  | Foto: Guilherme Almeida

Até o final da próxima semana, duas novas empresas devem começar a fazer a manutenção e a conservação | Foto: Guilherme Almeida

  • Comentários
  • Henrique Massaro e Jessica Hübler

Uma operação tapa-buraco emergencial teve início nesta terça-feira na Freeway, entre Porto Alegre e Osório, em ambos sentidos. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o serviço deve ser realizado até quinta-feira, véspera do feriado de 7 de setembro. A data comemorativa motivou os trabalhos que têm como objetivo garantir a segurança dos usuários da rodovia, por conta do movimento esperado.

Até o final da próxima semana, duas novas empresas devem começar a fazer a manutenção e a conservação permanente das BRs 116 e 290 (Freeway). Este é o prazo estipulado pelo Dnit para que a Conpasul e a Neovia assumam as rodovias, que estão, desde a saída da Triunfo Concepa, há pouco mais de dois meses, sem uma concessionária responsável. Sob a administração do Dnit, as rodovias, que haviam passado 21 anos com a mesma empresa e recebiam manutenção frequente, começaram a apresentar diversos problemas. Buracos e falta de limpeza foram os principais vistos ao longo dos dois meses.

Nesta manhã, por exemplo, a Freeway, logo na saída para o Porto Alegre Airport - Aeroporto Internacional Salgado Filho, tinha um buraco considerável na pista da direita. O tamanho chamava a atenção e era sinalizado com um cone para evitar acidentes.

Sobre a entrada das empresas, o Dnit disse que os trabalhos nos trechos licitados devem iniciar na segunda quinzena deste mês. A Conpasul - Construção e Serviços Ltda, de Eldorado do Sul, se classificou para garantir a manutenção do trecho que vai do quilômetro 276,50 até o 299,40 da BR 116 (Eldorado do Sul/Guaíba). Já a Neovia Engenharia, de Curitiba, assume do quilômetro 0 ao 98,10 da BR 290, que corresponde à freeway, entre Porto Alegre e Osório. No início de agosto, a LCM Construção e Comércio SA, de Minas Gerais, havia vencido o pregão eletrônico, mas, conforme o Departamento, foi desclassificada por não apresentar a documentação necessária.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) explicou que sempre que um contrato de uma empresa com uma estrada federal termina a responsabilidade volta a ser do Dnit. Informou ainda que por enquanto apenas aguarda pelo início do mês de novembro, quando está marcado o leilão da Rodovia de Integração do Sul (RIS). Ela engloba quatro estradas federais no Estado – BR 101, 286, 448 e 290 - e deve ter os trabalhos iniciados por uma nova concessionária em fevereiro do próximo ano.

Paralelo a isso, a possibilidade de a Concepa voltar à administração continua na Justiça. Após a liminar que determinava o retorno da antiga concessionária ser suspensa no Agravo de Instrumento emitido Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o departamento jurídico da empresa respondeu sustentando o interesse em restabelecer o contrato . "Ainda não são conhecidas quais serão as novas reações desse impasse e a disputa jurídica entre a ANTT e a Triunfo Concepa", informou a concessionária.