Correio do Povo | Notícias | Motoristas de lotação de Porto Alegre são alvos de 50% das reclamações dos passageiros

Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 03/08/2018
  • 14:09
  • Atualização: 16:19

Motoristas de lotação de Porto Alegre são alvos de 50% das reclamações dos passageiros

Atitudes imprudentes no trânsito representam 37% das críticas, segundo dados da EPTC

Empresa recebe mais de 150 reclamações por mês sobre o serviço | Foto: Alina Souza

Empresa recebe mais de 150 reclamações por mês sobre o serviço | Foto: Alina Souza

  • Comentários
  • Cláudio Isaías

O comportamento dos motoristas de lotações de Porto Alegre representa 50% da reclamações dos usuários do segmento, segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). A maior parte da críticas está relacionada a imprudências dos motoristas no trânsito (37%), seguido por atitudes inadequadas do condutor do veículo (13%) e recusas de embarque com 12%. A empresa recebe uma média de de aproximadamente 155 reclamações por mês sobre o serviço prestado pelos 429 veículos em 31 linhas da cidade.

A orientação da EPTC aos clientes é que no caso de problemas no serviço, os passageiros liguem para o telefone 118 e informem a linha e o prefixo do veículo. Com esses dados, a fiscalização poderá realizar a autuação e informar o permissionário sobre a atitude do profissional.

Elogios

Morador do bairro Teresópolis, o técnico de enfermagem Marcelo Martins adotou as lotações há cerca de três anos devido à insatisfação com os ônibus de Porto Alegre, principalmente em função da superlotação. "As lotações são melhores do que os ônibus e são mais rápidos. Gosto do conforto e também do ar-condicionado", ressaltou.

O estudante Ernesto Santana, que pega lotação de três a quatro vezes por semana também elogiou o serviço. Morador da Zona Sul, ele destacou que utiliza o transporte quando volta para casa das festas. A Associação dos Transportadores de Passageiros por Lotação de Porto Alegre (ATL) informou que o sistema conta 391 veículos distribuídos em 31 linhas e 16 ramais, além de 38 veículos na categoria especial nas Linhas Restinga e Belém Novo, totalizando uma frota de 429 veículos atendendo 95% dos bairros de Porto Alegre.

Os micro-ônibus transportam 21 passageiros sentados e 25 nas linhas especiais e são equipados com ar-condicionado e bancos reclináveis. 16% dos veículos já operam com motor EURO-V, que diminui a emissão de gases poluentes.