Correio do Povo | Notícias | Mitsubishi confessa testes de eficiência energética inadequados desde 1991

Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

  • 26/04/2016
  • 08:34
  • Atualização: 08:39

Mitsubishi confessa testes de eficiência energética inadequados desde 1991

Montadora japonesa teria usado método ilegal para obter taxas de consumo de combustível mais atraentes

Mitsubishi confessa testes de eficiência energética inadequados desde 1991 | Foto: Toshifumi Kimatura / AFP / CP

Mitsubishi confessa testes de eficiência energética inadequados desde 1991 | Foto: Toshifumi Kimatura / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A Mitsubishi Motors admitiu ter utilizado desde 1991 um método inadequado para os testes de eficiência energética de seus

veículos, um novo golpe após uma série de escândalos que abalaram a montadora japonesa.

"Para o mercado local, utilizamos este método desde 1991", declarou o vice-presidente da empresa, Ryugo Nakao, em uma entrevista coletiva. Mas ele disse não saber quantos modelos foram afetados. A Mitsubishi Motors (MMC) anunciou na semana passada que utilizou um método que não está de acordo com a legislação japonesa para "apresentar taxas de consumo de combustível mais favoráveis que a realidade".

A empresa informou que a medida havia afetado 625 mil veículos fabricados desde 2013 e que foram vendidos apenas no Japão, incluindo 468 mil produzido pela também japonesa Nissan. Mas, segundo o jornal econômico Nikkei, não são apenas quatro e sim "dezenas" de modelos de veículos afetados.

Nesta terça-feira, o presidente da montadora, Tetsuro Aikawa, voltou a pedir desculpas. Desde a explosão do caso, as ações da Mitsubishi perderam metade do valor na Bolsa de Tóquio.