Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

  • 12/08/2017
  • 13:32
  • Atualização: 14:35

Bombeiros controlam principais incêndios no centro de Portugal

Incêndios causavam estragos desde quarta-feira

Em junho, um incêndio deixou 64 mortos e cerca de 200 feridos em Portugal | Foto: Patricia de Melo Moreira / AFP / CP

Em junho, um incêndio deixou 64 mortos e cerca de 200 feridos em Portugal | Foto: Patricia de Melo Moreira / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Mobilizadas há dias, equipes portuguesas com centenas de bombeiros conseguiram controlar, neste sábado, os dois principais incêndios florestais que castigam o centro de Portugal, mas o risco de novos focos permanece, devido às altas temperaturas e aos fortes ventos.

O incêndio florestal que desde quarta-feira causa estragos perto da cidade de Abrantes, no distrito de Santarém, foi controlado esta manhã, anunciou a Defesa Civil. Os serviços de emergência conseguiram deter o avanço das chamas, mas cerca de 500 bombeiros, 200 veículos e três helicópteros se mantêm mobilizados em torno das colinas do norte dessa cidade do distrito de Santarém para impedir o surgimento de novos focos.

O incêndio declarado ontem em Alvaiazere, na região de Leiria, também foi controlado. Pelo menos 200 bombeiros, 80 veículos e um avião-tanque seguem seu trabalho para a extinção completa das chamas. Agora, não há nenhum incêndio considerado "ativo", de acordo com a Defesa Civil.

Em meados de junho, um gigantesco incêndio deixou 64 mortos e mais de 200 feridos perto de Pedrógão Grande, no centro do país.